20, abril , 2019
Home Brasil e Mundo BASTA VALE. Tenho nojo da sua pequenez, diz mãe de vítima jundiaiense
BASTA VALE

BASTA VALE. Tenho nojo da sua pequenez, diz mãe de vítima jundiaiense

Há exatos dois meses, a jornalista Sílvia Helena Ferraz Santos, de Jundiaí, iniciou uma jornada de incertezas, ódio e busca por justiça. Ela é mãe de Luís Felipe Alves, engenheiro da Vale e que foi vítima pelo rompimento da barragem de Brumadinho. O corpo dele não foi achado até agora. Nesta segunda-feira, a jornalista voltou a dizer que a mineradora matou Luís Felipe. Basta Vale. Tenho nojo da sua pequenez, diz ela no texto

No mês passado, Sílvia publicou um longo desabafo pelas redes sociais. Exigia a prisão dos responsáveis. Acusou a Vale de negligência.

A íntegra do desabafo de Sílvia Helena:

Hoje faz dois meses que o meu amado filho partiu…Um ser humano apaixonante, justo, correto. Incapaz de cometer injustiça com quem quer que seja! Uma vida inteira pela frente, um profissional brilhante. Sim, acredito e tento aceitar os desígnios de Deus…Mas a dor é imensa, a todo momento.

Ele foi arrancado desta vida com muita crueldade!!! Ele e os demais que estavam trabalhando! Não pura e simplesmente sentados atrás de uma mesa, engravatados, fúteis, cruéis na barbárie que cometeram.

Hoje faz dois meses que o meu filho partiu: a vale matou…

pai, mãe e irmãos seguem a vida, trabalhando honestamente, como sempre assim o fez: é grande a saudade…

Explicação? a vale jamais terá: não convence! E não têm a petulância, o direito de subestimar a nossa lucidez e sentimento!!!

É vergonhoso! Cruel! Repugnante! Desumano! Mesquinho! Insensível! Hoje faz dois meses que a Vale matou o meu filho e de centenas de mães…Até quando? Até quando a impunidade vai prevalecer em nosso país de maneira tão sórdida, gananciosa, mesquinha? Até quando veremos nada acontecer com o presidente da Vale, os engenheiros e gerentes responsáveis por esta tragédia, este crime inafiançável! Dois meses já se passaram, e nada mais aconteceu…

Nenhum pronunciamento, mesmo porque nenhum pronunciamento vai trazer o meu filho de volta, os filhos das centenas de mães que choram todos dias: a dor não tem cura!

Justiça, pelo amor de Deus! É revoltante!!!

Queremos justiça! Cadeia para o presidente da Vale e sua “equipe” As famílias de todos eles acredito que estejam bem: filhos, netos. Será? E a consciência, como fica?

Nada justifica o que aconteceu, ou melhor: justifica sim, é a falta de escrúpulos para reparar antecipadamente cada erro. Agora é a vez de Barão de Cocais: treinar as pessoas para as rotas de fuga, retirar três mil famílias em uma hora?

Basta, Vale! Tenho nojo da sua pequenez!!!

O Brasil clama por justiça, em memória e principalmente respeito aos que se foram e aos que ainda irão embora sufocados pela lama imunda que a vale criou: as famílias não merecem!

Meu filho amado partiu há dois meses. Parte da minha vida foi embora…

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA CLICANDO AQUI

 

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.