Quer BUCHA? Essa sim aceitamos de bom grado. Vamos conhecer?

BUCHA

Ora, quem não sabe que bucha é uma planta, cujos frutos secam e se transformam em uma estrutura fibrosa, macia, excelente para o banho? Ué, não tem problema, não: fica-se sabendo. Essa sim aceitamos de bom grado! Porque tem aquela bucha, a tal “bucha de canhão”, uma encrenca daquelas, um nó, um abacaxi…a nossa, não: só traz coisa boa.

A bucha é uma trepadeira, a Luffa cylindrica, originária da Ásia e trazida ao Brasil pelos portugueses, lá nos anos de 1500. Superadaptada aos nossos solos e climas tropicais, até hoje tem como trunfo sua rusticidade, isto é: vai bem no seu quintal, sem muitos tratos especiais, ao lado de cercas para subir à vontade. É usada para confecção de chapéus, cestos, palmilha, trabalhos de trança e também na indústria: no entanto, é ativando a circulação e renovando as camadas da pele, de forma macia e natural, que tem sua fama.

Cilíndrica ou alongada, a bucha tem um encanto especial que a natureza lhe deu: depois das belas flores, de delicadas pétalas amarelas, forma-se o fruto. Lentamente ela vai secando: por fora, de verde a casca passa a marrom, e todo seu entorno, folhas, gavinhas, seca.

OUTROS ARTIGOS DE ELIANA CORRÊA AGUIRRE DE MATTOS

PRA BOM ENTENDEDOR

AS FOLHAS QUE DEVEM IR PARA NOSSA MESA

A MENSAGEM DAS FLORES…

Até que começam a cair pequenas drágeas, achatadas, de cor acinzentada, levemente esbranquiçada. São as sementes! Mas o melhor ainda está dentro: já está toda rendada, limpinha, sem cheiro, amarelinha. Uma maravilha!

Assim como há insanos que tiram os gomos das mexericas e as embalam, para ficarem “higienizadas” (?), até mesmo usando a prática com a banana (?), nada precisa nossa bucha: linda, naturalmente ao alcance de qualquer pessoa que queira se aventurar na experiência de cultivá-la. Topas?


ELIANA CORRÊA AGUIRRE DE MATTOS

Engenheira agrônoma e advogada, com mestrado e doutorado na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial (IG – UNICAMP). Atuou na implementação, coordenação e docência em curso superior de Gestão Ambiental, em consultorias e certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade, Ambiental e Normas de Produção Orgânica Agrícola. É autora do livro “Janelas do mundo ao nosso redor”, publicado pelo Clube dos Autores em 2019 (https://bit.ly/2JbUDMm).Veja mais visitando seu site: www.elianademattos.com.br


VEJA TAMBÉM

PÍLULA DO DIA SEGUINTE NÃO É 100% EFICAZ, DIZ GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD

PREÇO OU PROPOSTA PEDAGÓGICA? O QUE É MAIS IMPORTANTE NUMA ESCOLA?

VEJA COMO FOI A FESTA DE HALLOWEEN DA FISK DA VILA VIRGÍNIA, NA RUA DO RETIRO!

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI