IMG-20170717-WA0040Em 1917, há quase 102 anos, as ruas de Jundiahy (era assim que se escrevia na época) ganhavam seu primeiro carro. Era este aí, da foto principal. Nessa época, era a Prefeitura quem autorizava os moradores a guiar. E isto servia tanto para carroças como veículos com motores.

Neste registro histórico aparece Alexandre Honigman, nada menos que o primeiro motorista da cidade. No dia 21 de Julho de 1917, Carlos Panizza requereu ao prefeito Olavo de Queiroz Guimarães permissão para que seu filho, Hugo, que tinha apenas 16 anos, permissão para guiar o carro número 2 que era de sua propriedade. Hugo foi treinado por Honigman. (Foto Ideal)

CARRO

Antônio Duarte Moreira, o AD Moreira, posa orgulhoso ao lado da sua bomba, a primeira da América do Sul instalada em Santos(foto acima)

CARRO

Ano 1945 – Esquina da Rua Barão de Jundiaí com a Rua Siqueira de Moraes. Repare, à esquerda, o Mercadão Municipal onde hoje funciona o Centro das Artes. Do outro lado, as grades do Grupo Escolar Conde de Parnaíba. O carro que cruza a via é movido a gasogênio que era gerado pela queima do carvão. Na época da Segunda Guerra Mundial havia falta de gasolina. Foto Janczur

CARRO

Bombas de gasolina nas calçadas eram comuns no início dos anos 1930. À esquerda, a Praça Dr. Domingos Anastácio. Neste local, onde hoje fica a divisão entre a Rua Rangel Pestana e Rua Vigário JJ Rodrigues, o casarão com duas janelas na fachada era do médico Pedro Calau Mojola. A casa ainda existe e é uma loja de imigrantes chineses. O casarão térreo ao lado foi demolido e construído um Posto de gasolina que posteriormente deu lugar a Foto Luiz. Hoje há uma farmácia na esquina da Rua São José . A ‘Jardineira’ (transporte coletivo da época) era de propriedade do italiano Étore Massagardi, pioneiro em Jundiaí nesta área. (Foto Ideal)

CARRO

Anos 1950 – Posto de gasolina na esquina da Rua Rangel Pestana com a Rua Padroeira, local onde hoje se localiza o Banco do Brasil. Esta é uma daquelas fotos que a gente precisa parar e contemplar por alguns minutos: um caminhão GMC, um Citroen, um Studebacker, uma Jardineira, um casal esperando o bom e cortês atendente do posto de gasolina que iria verificar a água do motor (tinha que colocar água sempre), uma adolescente descendo a rua com a calma dos anjos. Ao fundo, o prédio da Escola Normal que era dirigido pela professora Ana Pinto Duarte Paes e ficava na esquina da Barão com Padroeira. (Arquivo João Rossi)

CARRO

Posto de Gasolina no início dos anos 1940. Esse estabelecimento existe até hoje no mesmo local : avenida Dr. Cavalcante, esquina com a Rua Bartholomeu Lourenço.

CARRO

Auto Posto Tecar (hoje Posto Ypiranga), na avenida Antenor Soares Gandra. Em frente, o bar Sete de Setembro, no comecinho do bairro da Colônia. Era a inauguração do posto, em 1972. (Arquivo Carlos André Adriani Möhrle)

CARRO

Bomba de gasolina da Prefeitura Municipal no Anhangabaú, em 1957. Na foto, entre outros, Percival Ferreira da Silva, seu cãozinho Bob e Izabel.

CARRO

José Raimundo (Zezinho eletricista) no Posto São Paulo. À esquerda, a entrada para a Gordinho Braune, onde hoje é a casa de sucos Rondon.

CARRO

Posto de gasolina na esquina da rua São José com Rangel Pestana no final dos anos 1930.

CARRO

Casa Eber, de Francisco Eber, antes do prédio servir para armazém da Argos. Idos de 1939. Margarida Eber abastecia os automóveis e caminhões na bomba de gasolina que ficava na calçada.

VEJA TAMBÉM:

ZÉ CARIOCA ERA JUNDIAIENSE DA ‘GEMA’

O VALE DOS GARIBAS E O AMOR DE HÉLIO LUNARDI PELOS ANIMAIS

HISTORIADOR DIZ QUE SOLAR EXISTIA ANTES DE 1862

EM VÍDEO, UMA HOMENAGEM AOS IMIGRANTES ITALIANOS

BOLÃO, AOS 64 ANOS, CONTINUA SENDO UM CARTÃO POSTAL DE JUNDIAÍ

A PAULICÉA VIVE NO IMAGINÁRIO DOS JUNDIAIENSES COM MAIS DE 40 ANOS

DE CAPELA ATÉ CATEDRAL, BEM NO CENTRO DA CIDADE

O ITALIANO QUE INVENTOU O SABOR DE JUNDIAÍ, A TURBAÍNA

ARGOS DO TRABALHO DURO, SUCESSO, RESPEITO AOS FUNCIONÁRIOS E FALÊNCIA

A PONTE TORTA, QUE FOI DOS BONDES, É VÍTIMA DOS POMBOS E VÂNDALOS

EM 1975 COMEÇAVA A CONSTRUÇÃO DA AVENIDA NOVE DE JULHO

VEJA VÍDEOS

CABELOS: DRA. LUCIANE WOOD FALA O QUE É PROIBIDO PARA AS GRÁVIDAS

EXISTE VACINA CONTRA COBREIRO. ASSISTA VÍDEO DA CLÍNICA TRIVACIN PREMIUM!

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA, 102 ANOS

PROJETO INTEGRADOR AJUDA AMANI NA FACULDADE

KAUÊ FEZ PUBLICIDADE NO ROSA E AGORA TRABALHA NA NESCAU

UMA FAMÍLIA QUE COMEÇOU E CONTINUA LIGADA À ESCOLA LUIZ ROSA

JÚLIA, DO CURSO DE PUBLICIDADE PARA O MACKENZIE

CONJUNTO DE CIRCUNSTÂNCIAS RESULTAM EM INOVAÇÕES NA ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA

TEATRO ESTUDANTIL ROSA, O INÍCIO DA CARREIRA DO ATOR CARLOS MARIANO

CONHEÇA A HISTÓRIA DA ESCOLA MAIS TRADICIONAL E – AO MESMO TEMPO – MAIS INOVADORA DE JUNDIAÍ!

JOSÉ MAURO LORENCINI FOI ALUNO, PROFESSOR E PRESTADOR DE SERVIÇO

FERNANDO COSTA E SILVA, O EX-PROFESSOR QUE APRENDEU A SUPERAR LIMITES