29, setembro , 2020
Home Jundiaí de Antigamente

Jundiaí de Antigamente

ATÍLIO VIANELLO, o italiano que viveu em dois bairros de Jundiaí

A história do imigrante italiano Atílio Vianello passa por dois bairros de Jundiaí. Ele chegou ao Brasil em 1890. Já em Jundiaí, comprou a Fazenda...

DESFILES da Independência ocorriam pelos quatro cantos da cidade

Sete de Setembro. Dia de Desfiles da Independência. Em Jundiaí, eles aconteciam pelos quatro cantos da cidade. Lembrando que por causa da pandemia de...
ANDRADE LATORRE

ANDRADE & LATORRE, fábrica de fósforos e lembranças. Veja vídeo

Quem não se lembra das Indústrias Andrade & Latorre S/A, fundada em 1935 e que fabricava fósforos das marcas Argos e Guarany? Na foto...
ARGOS

ARGOS: Nove fotos para relembrar 70 anos de história

A Argos foi uma das principais tecelagens do Brasil. Foi inaugurada em 1913 e funcionou até a década de 1980, quando faliu. A empresa...
NOSSA SENHORA

Nossa Senhora do Desterro: O dia que Jundiaí para e louva...

15 de agosto: dia da padroeira da cidade, Nossa Senhora do Desterro. Na Jundiaí de Antigamente, a festa tinha um ar diferente...

FESTA DO MORANGO de Jundiaí ocorria sempre em agosto. Lembra?

uve uma época que Jundiaí, além da terra da uva também era terra do morango. E a cidade comemorava - em agosto - fazendo a Festa do Morango. Lembra?
GRANDE

O pequeno GRANDE professor e maestro Luiz Biela morreu há 42...

Ele foi o mestre de boa parte do dos jundiaienses entre os anos de 1940 a 1970. Era pequeno na estatura. Mas grande nos conhecimentos e dedicação.
DOMINGOS ANASTÁSIO

Médico e ‘santo’, DOMINGOS ANASTÁSIO morreu há 82 anos

Domingos Anastásio não cobrava nada dos pobres. Doava remédios e dava dinheiro para que eles continuassem o tratamento. Daí, a fama de 'santo'.

MARIA POLITO: detalhes de um assassinato ocorrido há exatos 120 anos

Maria Polito foi assassinada no dia 11 de julho de 1900. Desde então, a italiana que morava em São Paulo e foi morta e...
DIFÍCIL DE ACREDITAR

DIFÍCIL DE ACREDITAR, NÉ? Antes de 1975, a Nove de Julho...

É difícil de acreditar. Antes de 1975, a avenida Nove de Julho, a mais bonita de Jundiaí era assim. O local era um brejo formado pelo Córrego do Mato.