Centro de Referência contra contra COVID: Campo Limpo anuncia criação

centro de referência

A partir desta semana, Campo Limpo Paulista contará com um Centro de Referência de combate ao Covid-19, que será instalado no Hospital de Clínicas da cidade. O local foi todo estruturado em tempo recorde pela Prefeitura e terá capacidade para 50 leitos de enfermaria exclusivos para Covid-19, além de 10 leitos de UTI Covid, viabilizados com o esforço do município, apoio do Governo do Estado e parceria com municípios vizinhos, Várzea Paulista e Jarinu – que vão passar a trazer os pacientes de quadro grave para a cidade. “A batalha foi grande, desde o ano passado estamos buscando apoio porque o nosso cidadão merece essa atenção com sua saúde”, fala o prefeito Luiz Braz.

A vantagem é que o Hospital de Clínicas foi projetado para ser ampliado e aumentar de acordo com as demandas. Essa responsabilidade na construção está sendo fundamental para o enfrentamento ao Covid-19 hoje. Atualmente o município já conta com 23 leitos de enfermaria exclusivos para a doença e o hospital de campanha contará com 20 leitos, aumentando para 50 a capacidade de atendimento. Ele ficará no segundo andar, totalmente isolado, para que no primeiro andar o Pronto Socorro possa operar normalmente com os atendimentos de urgência e emergência. Com essa ampliação, o Centro de Referência no combate ao Covid-19 poderá tratar o vírus em todos os níveis de complexidade: baixo, médio e alto com toda a infraestrutura necessária.

Para o prefeito de Várzea Paulista, Rodolfo Braga, não há o que se questionar sobre a importância desse convênio. “A cooperação entre as cidades é o caminho para enfrentarmos essa pandemia, mesmo porque o vírus não respeita fronteiras.”

Já Débora Prado, prefeita de Jarinu, reforça que a união de forças neste momento grave de pandemia é essencial. “Esta iniciativa para ampliação de leitos exclusivos que atenderão pacientes com Covid-19 também da nossa cidade é de extrema importância na luta pela preservação da vida. Não estamos medindo esforços para oferecer assistência aos pacientes com coronavírus, mas também é fundamental o apoio da população para combater o avanço do vírus.”

Partos – Para que toda essa ampliação pudesse acontecer, foi preciso firmar uma parceria também com a cidade de Jundiaí. Esta união vai permitir que as gestantes de Campo Limpo Paulista possam ganhar o bebê no Hospital Universitário, que também conta com uma UTI Neonatal.

UTI – Parte da verba que vai manter a UTI provisória em funcionamento em Campo Limpo Paulista virá do Governo do Estado. Além do subsídio, haverá o custeio da diferença entre Várzea Paulista e Jarinu, já que a cidade está entrando com o espaço físico e toda a expertise de funcionamento da UTI e equipamentos. “A consulta inicial será feita nas cidades. O nosso hospital servirá de referência para exames e internações”, explica o médico Ariovaldo da Silva Junior, gestor de Saúde.

Em apenas 85 dias de governo, a administração mostra que não está de braços cruzados, muito menos, reclamando pela falta de recursos. Ao invés disso, está cumprindo o seu papel na área da saúde, salvando vidas, de seus moradores e também de Várzea Paulista e Jarinu promovendo, assim, uma integração entre as cidades vizinhas reduzindo a dependência dos leitos disponibilizados em Jundiaí.

A UTI será equipada com todos os materiais necessários como camas elétricas, monitores, suportes para soro, respiradores e hemodiálise portátil e terá uma equipe médica exclusiva com médicos intensivistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, além de assistentes. “Foi preciso esperar oito anos para que a saúde pudesse voltar a avançar. A UTI é fruto do nosso trabalho como equipe, da vontade política e da atenção que nosso time dá para a população”, diz Luiz Braz.

Unidades sentinelas – A cidade já conta hoje com 3 postos sentinelas para atendimento da Covid: São José, Botujuru e agora, na Escola Monlevade (em frente ao Ambulatório Central). Neste último posto, aberto em caráter provisório e feito em 90 horas de trabalho, também são feitos três tipos de testes para controle da pandemia – rápido, antígeno e PCR. Nossas sentinelas atenderam quase 400 pacientes em uma semana. Isso representa uma média de 200 atendimentos a mais em um ano período.

Números mostram gravidade da situação – Acompanhe em números o avanço da Covid-19. É preciso que a população mantenha o distanciamento social e mantenha os cuidados com sua proteção pessoal, pois o sistema de saúde já está em colapso e não há mais possibilidade de crescimento.

300 mil mortos pela Covid no Brasil, diariamente 25% dos óbitos do mundo estão no nosso país;

Campo Limpo paulista registrou essa semana 90 novos casos em um único dia;

27 anos é a idade do paciente mais novo internado no HC;

3 ampliações de leitos Covid foram feitas em 85 dias de governo;

90 dias foi o tempo para implantação da Unidade Sentinela Monlevade;

124% foi o aumento de atendimentos nas unidades sentinelas;

50 leitos de enfermaria Covid no Centro de Referência de Campo Limpo Paulista;

10 leitos de UTI em consórcio intermunicipal.(Da assessoria de comunicação da Prefeitura de Campo Limpo)

VEJA TAMBÉM

IMUNIDADE SEM MEDICAMENTOS? GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD DÁ DICAS. VEJA VÍDEO

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI