22, outubro , 2018
Home Test Drive CHEVROLET SPIN não é mais um patinho feio

CHEVROLET SPIN não é mais um patinho feio

Lembra da história do patinho feio, uma das precursoras do bullying nos contos de fada? Nas fábulas, o patinho que era maltratado por não ser igual aos seus irmãos, se transforma no final em um belo cisne… No mundo do automóvel não faltam casos de modelos que caíram em completa desgraça por conta do mau gosto de alguns poucos designeres…  E poucos conseguiram superar o trauma, um deles, sem medo de carregar demais nos adjetivos, é o excelente e versátil Chevrolet Spin.

E se a mudança não transformou esse crossover num deslumbrante cisne, ela fez do Spin um carro muito, mas muito mais simpático. Qualidades é que não faltam a esse projeto, que une a versatilidade das minivans, a posição para dirigir utilitários esportivos, o espaço das antigas stationwagons (que por aqui nós chamamos de peruas) e o conforto de um sedã. Uma mistura e tanto, concorda?

O facelift, digno de um cirurgião plástico, padrão Pitangui, atacou com precisão os pontos que desagradavam o consumidor, sem alterar a essência do projeto.

As mudanças de estilo se concentraram na dianteira e na traseira, que foram completamente redesenhadas e finalmente deram ao modelo a “cara” da nova geração dos carros da Chevrolet.

 

Na dianteira, que se me permitem dizer ficou linda, o Chevrolet Spin caprichou no desenho dos faróis, que se integram à nova grade mais inclinada e que mistura detalhes cromados a outros em preto brilhante. Outra mudança marcante ocorreu no grau de inclinação do capô, que deu um toque de modernidade e esportividade.

Na traseira, onde o bicho realmente pegava na versão antiga, as lanternas passaram a ser horizontais, dando harmonia ao conjunto e fazendo com que a frente e a traseira falassem a mesma língua. Visto de lado, o carro aparentemente mudou pouco, mas a frente com o capô mais baixo e as lanternas traseiras invadindo as laterais, garantem um efeito muito bom.

O interior também mudou – Se do lado de fora as mudanças foram mais radicais, o interior conseguiu ficar mais atraente e funcional. Destaque para os novos bancos traseiros deslizantes, que permitem aos passageiros que vão atrás administrar o espaço para as pernas. Assim, é possível ganhar, em média, seis centímetros, dando espaço, quando for necessário, para quem eventualmente viaja na terceira fileira de bancos, exclusiva da versão de sete lugares.

Outro destaque é o painel, que foi redesenhado, e garantiu uma atmosfera de mais luxo ao modelo. Na versão avaliada, um Spin LTZ, que é a mais luxuosa, bancos em couro de duas cores, numa bela e inusitada combinação de marrom e preto. Essa mistura se repete no painel de instrumentos, que recebeu novo grafismo, de muito bom gosto aliás.

E o consumo? A Chevrolet finalmente está se livrando da fama de produzir carros beberrões… O novo Spin é econômico, como se espera de um carro de família. Claro que falar em economia de combustível é um tema ainda polêmico, já que depende muito da maneira de dirigir e do peso do pé direito do motorista.

A engenharia da Chevrolet fez direitinho a lição de casa, por sinal, desde a versão anterior. E apesar de o conjunto mecânico continuar praticamente o mesmo, foram feitos alguns pequenos ajustes que melhoraram a eficiência e o desempenho. Ao longo do nosso teste, que infelizmente durou apenas uma semana – poderia ser mais longo, com pelo menos 3 meses –  o carro teve consumo de um compacto. Fizemos médias combinadas, entre cidade e estrada, que ultrapassaram os 11 quilômetros com um litro de etanol. E olha que estamos falando de um carro relativamente pesado, com quase 1.200 quilos e motor 1.8 litro.

O propulsor 1.8 flex produz 111 cavalos no etanol e entrega torque, que é a força do motor, de 17,7 kgf.m. A eficiência vem de soluções inteligentes, como a adoção de uma “persiana” instalada atrás da grade dianteira, que se abre e fecha automaticamente para melhorar a aerodinâmica e manter o motor na temperatura ideal. A transmissão automática de seis marchas funciona em harmonia e suavidade, tanto que não dá para sentir as mudanças, como acontece nos carros com câmbio CVT.

LEIA TAMBÉM

CIVIC TOURING, UM ESPORTIVO PRA NINGUÉM BOTAR DEFEITO

OS CARROS VOADORES JÁ SAÍRAM DAS TELAS DOS CINEMAS

E o preço?  O valor cobrado pelo carro talvez seja uma das maiores sacadas da GM. O Spin consegue entregar uma excelente relação custo X benefício, que você só vai encontrar em modelos vendidos bem acima dos 100 mil reais. O modelo é oferecido em cinco versões de acabamento, com preços que vão de 63.990, da versão mais básica LS, até R$ 83.440, na versão aventureira Activ 7. O modelo testado foi um Spin LTZ, a mais luxuosa, que pode ser encontrada a partir de R$ 78.490.

O resumo desse teste é que o novo Spin, que já era bom, e agora melhor de cara nova, é um carro nota 10! Sem medo de errar, um carro recomendadíssimo para quem busca um veículo perfeito para o dia-a-dia em família e não aceita jogar dinheiro fora… ©Joaquim Rimoli | AutoMotori 2018




Comercial do Gordini dos anos 60 valoriza a economia de combustível

Levado ao ar em 1966, o comercial desta semana mostra que a preocupação com o consumo de combustível já fazia parte do dia-a-dia do brasileiro. É bom lembrar que nessa época não se falava em crise do petróleo, tanto que os americanos adoravam as enormes “banheiras” com motores V8 e que bebiam exageradamente!

A economia do Renault Dauphine é destacada no filme, estrelado pela atriz Nydia Lícia, que na época era casada com o também ator de sucesso Sérgio Cardoso, um dos ícones do teatro e da TV.

Apesar da qualidade não ser das melhores, o filme resgata a época de um Brasil mais poético, que não se preocupava com temas como a violência… Divirta-se! ©Joaquim Rimoli | AutoMotori 2018

 

Facebook Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA


  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments