CITY SWING, 16/2/96. Assim eram os grandes carnavais. VEJA VÍDEO

CITY SWING

City Swing, para quem tem menos de 40 anos, não significa nada. Para uma parcela de afortunados, gente que pôde brincar o carnaval no salão do Grêmio C.P., a Orquestra City Swing é sinônimo de alegria, festa, sambas-enredo, carnaval de primeira. Graças a tecnologia, hoje é possível mostrar às novas gerações o que era folia de verdade, em grande estilo. O Jundiaí Agora falou com Agnes Gaino, 57 anos, filha de Antônio Gaino, tecladista da orquestra. As imagens são do pai. Ela as digitalizou e deu a possibilidade dos novos jundiaienses saberem como era um baile de Carnaval há mais de 20 anos. Assista ao baile do dia 16 de fevereiro de 1996, uma sexta-feira. Era quando a magia começava. E só ia terminar na terça-feira, para tristeza dos foliões. Também leia a entrevista com Agnes(foto ao lado):

Senhora Agnes, por que decidiu publicar estas imagens raras no Youtube?

Publique para eternizá-las.

Estavam numa fita de vídeo?

Sim. E já estavam se deteriorando. Foi quando passei tudo para um arquivo digital.

Isto ocorreu muitos anos depois do baile de carnaval?

Foi em 2014 quando fomos visitar meu pai. Quatro meses depois ele faleceu, coloquei estes videos no youtube( https://youtu.be/_duTqLJmp50 e https://youtu.be/oORWGp9Pfgw)

Como foi rever o carnaval da City Swing no auge? Com o salão cheio, animação total…

Foi emocionante e deu muita saudade, porque na época esses bailes era lotados e estávamos em todos.

Como estão aqueles músicos? 

A grande maioria já faleceu, apenas dois que aparecem no vídeo conhecemos e estão vivos.

CARNAVAIS DE ANTIGAMENTE

RELEMBRE A FOLIA FEITA SÓ DE MARCHINHAS

ACREDITE! OS CARNAVAIS ERAM ASSIM!!!

Como eles viam o carnaval do Grêmio?

Era a glória tocar no Grêmio, uma época sem maldade, somente para realmente brincar o carnaval e o Grêmio na época tinha glamour. Era muito bom tocar lá. Muitos famosos se apresentaram naquele salão.

Uma situação hipotética: se todos os músicos estivessem bem, com condições, se o Grêmio contratasse a City Swing para animar as cinco noites na sede central, seria a mesma coisa hoje? Haveria o mesmo encantamento?

Com certeza não. Era outra época, com musicas de carnaval, marchinhas, músicas de escola de samba, sem maldade, coisa familiar…

APROVEITE E DÊ UMA ESPIADA NO FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA. CLIQUE AQUI