Construção civil e supermercados lideram contratações no PAT

construção civil

Todos os dias o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), órgão da Prefeitura de Jundiaí ligado à Unidade de Gestão de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (UGDECT), recebe entre 200 a 400 acessos em busca de recolocação no mercado de trabalho. Nestas primeiras semanas de janeiro, os setores supermercadista e construção civil estão liderando as contratações.

No ano de 2020, apesar de marcado pela pandemia, o serviço municipal conseguiu recolocar 1.588 pessoas no mercado de trabalho. Após a desaceleração inicial, a retomada foi observada no segundo semestre. “A partir de julho de 2020, tivemos uma recuperação importante da oferta de postos de trabalho e contratações em Jundiaí, resultado da ação efetiva do poder público em parceria com as entidades locais, ressalta o diretor do Departamento de Fomento do Comércio e Serviços da UGDECT, Júlio César Durante.

Ao todo, o PAT ofereceu 3.236 vagas e empregou 1.588 pessoas, sendo que os setores que mais geraram ofertas foram o agropecuário e a construção civil. Neste ano quem vem liderando o número de contratações é o setor supermercadista, seguido da construção civil. “Começamos 2021 com uma oferta de empregos significativa”, diz Júlio. O Jundiaí Agora entrevistou o diretor da Prefeitura:

Como está a procura por emprego no PAT neste início de ano?

Tomando como referência os três últimos anos – 2020, 2019 e 2018 -, podemos dizer que a procura de empregos no PAT se encontra nos mesmos patamares dos anos anteriores. Importante destacar que ainda estamos bem no início do mês de janeiro de 2021 e, os anos de 2018 e 2019 apresentaram uma forte recuperação da economia e consequentemente de geração de empregos formais. Contudo, a procura de empregos no início de 2021 está muito próxima ao início do ano de 2020.

Sobre as vagas oferecidas, aumentaram ou diminuíram também no mesmo período de 2020 e 2021?

O início do ano de 2020, em função da pandemia, foi marcado por uma forte desaceleração da economia e redução de postos de trabalho, mas a ação efetiva do poder público em parceria com as entidades locais, permitiu que a partir de julho de 2020, tivéssemos uma recuperação importante da oferta de postos de trabalho e contratações, tendo o PAT e o Portal da Empregabilidade um papel importantíssimo nesta recuperação. O ano 2021 começa bem, mas são muitas as incertezas.

Quais os setores que estão mais contratando este ano?

Apesar do pouco tempo de análise, os setores supermercadista e da construção civil estão liderando as contratações.

E no ano passado?

O setor agropecuário e da construção civil lideraram as contratações em 2020.

Todos com carteira assinada?

Sim. O PAT e o Portal da Empregabilidade só oferecem vagas para postos de trabalho formal, com carteira assinada.

Como o PAT analisa estes números iniciais de 2021 diante da Covid?

Como dissemos, o ano de 2020 encerrou com um aumento significativo de oferta de postos de trabalho e contratações, mas o ano de 2021 apresenta várias incertezas, como o possível fim dos auxílios emergenciais que terão um impacto no consumo das famílias e consequentemente na produção, provocando mais uma vez retração na economia e na geração de oportunidades para as pequenas, médias e grandes empresas.

Como as empresas que querem contratar através do PAT devem proceder?

Tanto o PAT como o Portal da Empregabilidade são serviços gratuitos. O PAT faz parte do Sistema Nacional de Empregos (SINE) e o Portal da Empregabilidade é uma plataforma construída e disponibilizada pela Administração Municipal. Nos dois casos, as empresas deverão cadastrar as suas vagas eletronicamente no seguinte endereço: https://jundiai.sp.gov.br/pat/. No mesmo endereço, as empresas terão acesso ao perfil de vários candidatos.

O PAT tem ideia de quantas pessoas estão desempregadas hoje em Jundiaí?

Referidos dados são compilados e informados pelo Ministério da Economia, por meio das informações geradas pelas empresas via CAGED. Os números divulgados pelo Ministério da Economia são de contratações e demissões e pelos dados gerados, fecharemos o ano de 2020 com um saldo positivo de empregos. Em 2019 e 2018, os saldos também foram positivos. Não temos o total de desempregados.

VEJA TAMBÉM

TIREOIDE AFETA TODO ORGANISMO DA MULHER. ASSISTA AO VÍDEO DA GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI