26, março , 2019
Home Opinião ENTRANDO NOS TRILHOS: a volta do bom e velho trem

ENTRANDO NOS TRILHOS: a volta do bom e velho trem

Temos uma péssima mania de só dar valor a algo ou a alguém quando perdemos. Muitas vezes não é nem por mal, apenas porque temos a sensação de que aquilo nos pertence e, portanto, estará à disposição sempre que precisarmos. Ou porque deixamos de lado, até que aquilo desapareça pela ação do tempo ou do ser humano, mesmo. Um exemplo prático é a malha ferroviária no Brasil, que, parece, está entrando nos trilhos com boas iniciativas.

Símbolo de poder, desenvolvimento e modernidade, os trens garantiram muita riqueza durante décadas. Com o tempo, porém, foram deixados de lado com a chegada do automóvel e a construção desenfreada de rodovias e mais rodovias por todo o País.

Erro estratégico dos governos passados, o tempo mostrou que investir apenas num modal foi importante por um período, mas se transformou em tormento, luta sangrenta por combustíveis (não faz muito tempo que vimos isso), congestionamentos sem fim e um número absurdo de mortes – mais do que numa guerra – todos os anos.

Como no filme “De volta para o futuro”, em que se precisa recorrer ao passado para salvar o futuro, a bola da vez agora é justamente o retorno em massa dos trens de passageiros, mais investimentos para o modal ferroviário e a busca por um transporte mais barato, menos poluente, confortável e eficiente.

Nesta linha, a Câmara Municipal de Jundiaí deu o exemplo há duas semanas com a criação da Frente Parlamentar em Prol do Transporte Ferroviário e pela Preservação da Memória e Patrimônio. A Frentrem, como é chamada, tem participação maciça dos parlamentares – 15 dos 19 vereadores fizeram questão de estar nestes debates. O idealizador da Frente é Edicarlos Vieira, do Vetor Oeste, que pensa nas ações que podem beneficiar a população com relação a transporte público e resgate da memória ferroviária – que tanta história tem em Jundiaí.

Há, também, aceno positivo de entusiastas e especialistas do tema nesta cruzada, como Eusebio Pereira dos Santos, presidente da Associação de Preservação da Memória Histórica da Companhia Paulista, e Gilson Aparecido Pichioli, diretor de Fomento à Indústria da Prefeitura de Jundiaí. Um primeiro passo, segundo o responsável pela Frentrem, é buscar alternativas que garantam a preservação da Estaçãozinha – a primeira estação ferroviária de Jundiaí, que pegou fogo recentemente.

MAIS ARTIGOS DE EMERSON LEITE

PCC X FORÇAS DE SEGURANÇA

O POSTE…

DE ‘OLÍVIA PALITO’ PARA DALMO GASPAR

EU MOREI NA RUA E JAMAIS VOU ME ESQUECER

ESCREVEMOS NOSSAS HISTÓRIAS

ESCREVEMOS NOSSAS HISTÓRIAS(PARTE 2)

Transporte de cargas, transporte de passageiros com trem direto de Jundiaí para São Paulo em 25 minutos, terminal intermodal e melhorias estão na pauta da Frente Parlamentar, que também se estenderá para os governos estadual e federal – publicamente declarados favoráveis a investimentos no modal ferroviário diante, principalmente, do caos rodoviário.

Que esta iniciativa siga a estrada do sucesso, desviando da burocracia e de tudo o que nos impede de progredir. Até porque, o tempo não para – como Edicarlos costuma dizer. (Foto: Arquivo Antônio Teixeira de Moraes)


EMERSON LEITE

Formado em Jornalismo pela UniFaccamp; Pós-graduado em Segurança Pública e Cidadania pela Faculdade Anhanguera; Atua na área desde 1995: passou por rádios, jornais impressos, site e desde 2010 trabalha como assessor de imprensa na área política.


NÃO DEIXE DE ACESSAR O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.