Escola Prof. Luiz Rosa, 103 anos: Lorencini foi ALUNO e professor

escola Jundiaí
A Escola Professor Luiz Rosa foi fundada em 4 de maio de 1917 pelo Professor Luiz Felippe da Rosa. Para comemorar a data, o Jundiaí Agora inicia hoje uma série de entrevistas com professores e ex-alunos que passaram pela escola mais tradicional de Jundiaí. Aliás, tradicional, sim. Velha, nunca. Nestes 103 anos, o Rosa foi uma das instituições de ensino da cidade que mais inovou. O publicitário José Mauro Lorencini (ao lado) é o primeiro entrevistado. Ele foi aluno, professor e prestou serviços para a instituição de ensino:
Por que decidiu estudar na Escola Professor Luiz Rosa? 
Sou da primeira turma de Publicidade do Colégio Rosa. Estudei entre os anos de 1973 a 1976. Sempre fiz arte. Pintura, gravura, entalhe e nada melhor do que alguém para pagar pela minha arte. A Publicidade serviu para abrir um novo caminho onde a arte era valorizada. Na época, sem informática, o talento estava na criação e na fusão dos talentos básicos para influenciar o consumidor: imagem, título e texto.
Como foram aqueles três anos?
Foram difíceis. Não para nós e sim para a escola que teve de se adaptar a pessoas diferentes, criativas e com idéias inovadoras. sempre procurando a projeção de atividades. Basta ver o grupo de teatro que fundamos, o sucesso que fez. O TER, Teatro Estudantil Rosa(foto principal: Lorencini na montagem do primeiro cenário). Que saudade!
Tinha ideia de que aquele curso seria o início de uma carreira bem sucedida?
O curso serviu de enorme bagagem para posteriormente fazer a Escola Superior de Propaganda, onde sem falsa modéstia, eu estava à frente de outros alunos graças à experiência já adquirida.
Alunos que faziam parte do TER juntamente com José Mauro Lorencini
Fez parte do TER também?
Sou um dos fundadores. Além de ator, fazia também toda a cenografia das peças. Foi uma das melhores experiências da minha vida. Além de estimular a criatividade, de conhecer a importância do teatro, ainda fiz amigos. Muitos amigos que nos reunimos até hoje.
Quem o convidou para dar aulas no Rosa? 
Dei aula durante três anos a convite do Fernando Prado. Foi uma experiência muito boa, só parei devido a outros compromissos pela Gênesis, agência de publicidade que que fundei em 1976.
Depois você prestou serviços para a escola…
Sim. O Rosa passou a ser meu cliente por um bom período.
Então, pode-se dizer que sua ligação com o Rosa é duradoura e de sucesso…
Sim. Fez e faz parte da minha vida como nenhuma  outra escola. Posteriormente fiz a Panamericana de Arte e a ESPM. Porém, raízes de amizade só mesmo do Rosa.