FOTÓGRAFO Mário Sérgio aprendeu linguagem da Publicidade no Rosa

Mário Sérgio Esteves é um dos fotógrafos mais badalados de Jundiaí. Ele estudou na Escola Professor Luiz Rosa. Como já clicava em 1979, optou pelo curso de Publicidade que, na opinião dele, era o que tinha mais a ver com a área que queria trabalhar. Deu certo. No Rosa, Mário Sérgio teve contato com a linguagem utilizada pelas agências, algo útil para ele até hoje. A entrevista com o fotógrafo:

Quando estudou no Rosa?

Comecei em 1979. Em 1980 cumpri o serviço militar obrigatório. Retomei o curso no ano de 1981. Conclui em 1982.

Por que escolheu o curso de Publicidade?

Na época era o que havia de mais próximo da fotografia…

Quais eram suas expectativas antes de começá-lo?

As melhores! A Escola Professor Luiz Rosa era e é uma escola famosa. E representava um um desafio particular: eu pagava a mensalidade!

Como foram os três anos que ficou no Rosa?

Foram muito bons, conheci professores ótimos e o clima era o que mais marcava. A maioria dos meus amigos são desse tempo. E isto já tem 40 anos!!!

 

O que mais marcou você?

O TER – Teatro Estudantil Rosa – para mim foi um divisor de águas, me ajudou muito como pessoa e profissionalmente. Foi uma lição de vida. Fiz parte do grupo de 1979 até o final. Apesar de ser um teatro estudante, muitos dos integrantes tinham talento para enfrentar qualquer peça, novela ou filme. Atores como o consagrado Carlos Mariano, o Betão; Fernando Fernandes, Orlando Carlos Moreira, Laudir Tiene, Bráulio Bulhão, dentre outros, deixariam mais da metade do elenco da Globo no chinelo. Há que se falar na direção ímpar do dr. Ulisses Nutti Moreira que, mais que diretor, virou nossa referência, um exemplo que todos seguimos.

Divisor de águas: Mário Sérgio Esteves(segundo da direita para esquerda), participou do TER de 1979 até o final do grupo
Para Mário(no canto direito, observando a cena), o TER tinham talentos para enfrentar qualquer peça, novela ou filme

Sente muita saudade?

Demais! Muita gente já se foi. Sinto muito saudade principalmente por que na época eu era um adolescente.

Quando estudava já fotografava profissionalmente?

Já. Meu primeiro emprego na fotografia foi em 1978 na Agência Stallo do saudoso Adejair Sianga. Era fotógrafo e laboratorista. Meu chefe era o Fernando Costa e Silva, que foi professor do curso de Publicidade do Rosa. Ele tinha minha idade e era meu chefe!

Quando se decidiu por esta carreira?

Sempre gostei de fotografia mas aos 14 anos comecei a trabalhar na Cica. O que era hobby foi ficando mais frequente e quando vi estava fotografando profissionalmente.

E o curso do Rosa o ajudou de alguma forma na carreira?

Ajudou sim. O curso de Publicidade deu uma boa noção do funcionamento de uma agência, o trâmite da imagem em seus departamentos e a familiarização com a linguagem profissional.

O Rosa é diferente das outras escolas?

O Rosa é diferente sim, o clima é muito bom e se tem a convivência de uma família.

Você se surpreendeu com o método, com o clima, com a inovação?

Na época não tinha critérios para saber se o método era inovador. Mais tarde vi que sim. O clima – como já disse – era muito bom . Os professores davam conta do recado.

E como você analisa o fato de o Rosa estar na vanguarda do ensino e estar completando 102 anos?

Só está há esse tempo no mercado pelo respeito e eficiência  que conquistou durante estes anos…

Ao terminar o curso sentiu-se satisfeito?

Plenamente.

Alguma curiosidade que mereça ser contada?

O Fernando Leme do Prado(proprietário da escola na época) é meu amigo até hoje. Outro dia estávamos caminhando e conversamos sobre a longevidade dessas amizades que a escola proporciona. Não sei se acontece isso com as outras.

Quais seus projetos para o futuro?

Cuidar da saúde e ver se meus filhos se apressam para encher minha casa de netos.

ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA, 102 ANOS

UM TERÇO DA VIDA DE DANIEL FOI NO ROSA

“O ROSA FOI A BASE PARA MINHA PROFISSÃO”, AFIRMA RENAN

PROJETO INTEGRADOR AJUDA AMANI NA FACULDADE

KAUÊ FEZ PUBLICIDADE NO ROSA E AGORA TRABALHA NA NESCAU

UMA FAMÍLIA QUE COMEÇOU E CONTINUA LIGADA À ESCOLA LUIZ ROSA

JÚLIA, DO CURSO DE PUBLICIDADE PARA O MACKENZIE

CONJUNTO DE CIRCUNSTÂNCIAS RESULTAM EM INOVAÇÕES NA ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA

TEATRO ESTUDANTIL ROSA, O INÍCIO DA CARREIRA DO ATOR CARLOS MARIANO

CONHEÇA A HISTÓRIA DA ESCOLA MAIS TRADICIONAL E – AO MESMO TEMPO – MAIS INOVADORA DE JUNDIAÍ!

JOSÉ MAURO LORENCINI FOI ALUNO, PROFESSOR E PRESTADOR DE SERVIÇO

FERNANDO COSTA E SILVA, O EX-PROFESSOR QUE APRENDEU A SUPERAR LIMITES

VEJA VÍDEOS

QUAL É O MELHOR ANTICONCEPCIONAL? A GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD EXPLICA!

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES