14, dezembro , 2018
Home Chico Xavier e a Data Limite Helenice é AVESSA às previsões. Mas se emociona ao lembrar de Chico

Helenice é AVESSA às previsões. Mas se emociona ao lembrar de Chico

Há mais de duas décadas, Helenice Rodrigues (na foto acima em uma das muitas vigílias noturnas tentando flagrar luzes no céu) mobilizou a mídia de todo país para um evento muito estranho ocorrido em um sítio de Itupeva (foto ao lado). OVNIs apareceram e até deixaram marcas num pasto. Hoje, ela se considera uma pesquisadora de casos ocorridos na região de Jundiaí. Ela também acompanhou a série de reportagens sobre a Data Limite estabelecida por Chico Xavier em 1969, durante o programa Pinga-Fogo. O médium disse que a partir de 20 de julho de 2019, 50 anos depois da chegada à Lua, teria início uma nova era para humanidade. Isto se neste período não ocorresse um conflito nuclear. A partir desta também também, segundo Chico, extraterrestres começariam a chegar por aqui. Helenice Rodrigues se diz avessa às previsões, seja de espíritas ou ufólogos. Mas se emociona ao dizer que viu, ao vivo, a entrevista de Chico no Pinga-Fogo. A entrevista com Helenice:
A senhora é uma ufóloga?

Não me considero ufóloga porque não me dedico a estudar casos fora de nossa região. Posso me considerar pesquisadora dos fatos ufológicos ocorridos em Jundiaí, Porto Feliz, Itupeva, quando residi nestas cidades e acompanhei, interagindo em alguns casos e divulgando em jornais da região.

Quando começou este interesse?

Dedico-me ao assunto ufológico desde 1979. Nesta época, os fenômenos ligados a essa área começaram a ocorrer quando ainda eu morava em São Paulo e que propiciaram uma guinada na minha vida. São, portanto, 38 anos de acompanhamento, vivências e divulgação do tema.

O que a senhora acha da Data Limite estabelecida por Chico Xavier?

Tenho acompanhado a série de reportagens do Jundiaí Agora sobre as previsões do médium. Inclusive, uma das minhas maiores emoções foi assistir ao vivo o programa Pinga-Fogo, que atraiu a atenção de grande parte dos telespectadores brasileiros. Foi algo divino, inusitado, para um mundo tão materialista na época. Esses assuntos nunca me chocam porque é uma realidade que só é compreendida por mentes voltadas ao estudo da espiritualidade acompanhado de fatos científicos que podem ou não comprovar a veracidade das previsões. Eu cheguei a trabalhar na Federação Espírita do Estado de São Paulo. Quando os fenômenos ufológicos eclodiram, sai da federação. Estes casos me atraíram para uma mudança brusca no meu sistema de vida (atualmente, diz-se salto quântico). Na área espiritual fui inspirada a seguir as trilhas batidas pelos médiuns Chico Xavier e Divaldo Pereira Franco, atualmente, um dos mais conceituados no Brasil.

Quem trabalha com Ufologia leva em consideração previsões como as feitas pelo médium?

Sou avessa a falar sobre datas quando elas se referem às previsões, sejam elas feitas por qualquer pessoa de destaque ou não, seja no meio espiritualista e ufológico. Por outro lado sou documentarista, anoto muito as datas dos fatos ocorridos, nos meus relatórios, porque elas devem ser levadas a sério para a conclusão de algum estudo em andamento; quanto às do futuro, fico na observação, aguardando as comprovações, haja vista que muitas não se cumprem. Creio muito na mudança de direção quando a maioria fica centrada nessas datas e muitas coisas interferem para isso. Acredito que sejam alertas ou uso de choques nas mentes meio paralisadas de um povo distraído e envolvido com o materialismo vigente. Com os perigos vindos do espaço não acredito muito em conflito atômico, em decorrência de os homens poderosos que dirigem o mundo material saberem que terão que se unir para enfrentar os inimigos externos, sejam eles: meteoros, asteroides, deslocação de planetas pelo sistema solar, alienígenas, etc.

Mudança radical de vida: Helenice Rodrigues está envolvida nos estudos da Ufologia em Jundiaí e região

A chegada do homem à Lua foi de fato um fato importante capaz de chamar a atenção de extraterrestres?

A chegada do homem à Lua foi um dos fatos marcantes na história da humanidade e para mim, particularmente, foi uma feliz oportunidade de ter visto de perto a Apollo 11, em sua base de lançamento, um ano antes de sua descida na Lua. Pena que era proibido fotografar lá dentro do Cabo Canaveral, naquela época. Acredito que os Observadores Cósmicos estão sempre acompanhando o nosso progresso em todas as épocas da história da humanidade, ao mesmo tempo que ficam chocados com muitas atitudes humanas, que, inconscientes, colaboram com a destruição do nosso planeta. As guerras e conflitos e outros tipos de destruição em massa sempre existiram, com armas adequadas a cada época devido às leis naturais de seleção da espécie, com a vitória dos mais fortes, biologicamente falando. Só sairemos do jugo dessas leis quando houver uma massa crítica de pensamentos edificantes, construtivos e colaboracionistas em prol de um bem comum, que é o propósito da evolução.

E a anunciada nova era?

Sempre vivi sendo informada que estamos para entrar numa nova era, portanto, cada um tem ma interpretação independente do que isso significa. Gosto de pensar que amanhã deverei ser melhor do que hoje e todos agindo assim, atingiremos um estado mais elevado de consciência para atrair os bons eventos. Mudanças bruscas ou saltos quânticos ocorrem somente quando se atinge esse nível; enquanto essa grande transformação não ocorre para todos, devemos nos adaptar aos eventos negativos, destruidores, que atingem o nosso planeta.

A senhora não acha que os ETs já estão entre nós?

Quanto aos OVNIs eles sempre foram vistos e narrados na história da humanidade, basta ler os livros sagrados e outros, observar citações, que às vezes estão ocultas porque as mentes ainda não estavam preparadas para enfrentar esses eventos, de uma forma pacífica, tranquila e colaborativa, como já está ocorrendo em muitos pontos estratégicos de nosso planeta. Aqui sempre estiveram e seus tripulantes continuarão interagindo com a humanidade até alcançarmos uma maior familiaridade com eles. Concordo com os ufólogos que dizem que os ETs sempre estiveram aqui. Sempre se revelaram às pessoas simples e também aos mais preparados. Atualmente estão em esquadrilhas sobrevoando os céus de vários países, sendo detectadas através de câmeras fotográficas modernas com infravermelho; e para concluir: “Muitos os verão e falarão com eles!”

Eles nós ajudarão a entender quem realmente somos?

Tenho o entendimento de onde eu vim, para onde vou e porque estou aqui, graças aos ensinamentos dos mestres espirituais que nos ensinaram a origem da vida e do universo, com muitas interpretações também, devido ao estado evolutivo de cada ser pensante. O importante é nos situarmos na realidade, para não nos perdermos em atalhos que desvirtuam os verdadeiros caminhos que nos conduzem de volta ao Criador.

MAIS DATA LIMITE DE CHICO XAVIER

A CHEGADA DA NOVA ERA, SEGUNDO UM SIMPATIZANTE DA UFOLOGIA

JUNDIAÍ SERÁ EPICENTRO DE GRANDE PROJETO ESPIRITUAL EM 2019

UM APERTO DE MÃO QUE MUDOU A MINHA VIDA

EU E CHICO

20 DE JULHO DE 2019: CHICO PREVÊ A CHEGADA DE EXTRATERRESTRES

20 DE JULHO DE 2019: DATA LIMITE PARA O INÍCIO DE UMA NOVA ERA

EM ESPÍRITO, CHICO XAVIER VISITARÁ JUNDIAÍ EM SETEMBRO DE 2019

Se realmente os extraterrestres chegarem, como ficarão as religiões? Será o fim da maioria delas?

Creio que as religiões não se acabarão enquanto houver um ser pensante na Terra, sendo que muitas acompanharão os progressos científicos e outras não. Como disse, anteriormente, os OVNIs já chegaram e suas presenças tendem a aumentar até nos adaptarmos às novas condições de seres cósmicos ou universais. Quanto a Chico Xavier, acredito que os bons ufólogos respeitam Chico Xavier, pela sua autoridade moral e muito amor ao próximo. Pensam muito antes de falar alguma coisa dele. Por outro lado, os espíritas de bem, seguindo uma máxima ditada por um espírito sábio de nome Erasto, de que Melhor é repelir dez verdades do que admitir uma única falsidade, uma só teoria errônea”, são muito criteriosos nessa área.

A mediunidade e a Ufologia caminham juntas?

A mediunidade e a ufologia são meios de a mente alcançar níveis de consciência mais elevada, seja pelo estudo, ou práticas nessas áreas. Quem é médium sente de uma maneira diferente as vibrações de aproximação de espíritos, bem como, quanto ao teor de suas comunicações. Nas canalizações, algumas são ostensivas com altas vibrações que chegam às vezes a desequilibrar o aparelho receptor no início de seus contatos. As adaptações são lentas e o fator moral nos dois casos atraem boas e comprovadas comunicações. Trabalho em ambas as áreas, vivenciando experiências espirituais e ufológicas ao longo de nossa existência.
Facebook Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA


  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments