O jornalista e ambientalista Hélio Lunardi morreu no dia 19 de dezembro de 2013, aos 76 anos. Durante muitos anos, Lunardi administrou o Vale dos Guaribas, um destes locais que os jundiaienses com idade entre 40 e 50 anos guardam com carinho no coração. No início da rodovia Constância Cintra, a estrada de Itatiba, o vale era o lar dezenas de animais. Era o zoológico de Jundiaí(reprodução acima: Galdino Mesquita).

O Vale dos Guaribas funcionou durante todos anos 1980 até início dos anos 1990. Ficava quase em frente a entrada para à entrada da rua Carlos Gomes. Local simples mas muito aconchegante e era muito visitado por famílias de toda a região. Aos sábados tinha shows de música sertaneja privilegiando músicos locais.

Lunardi planejou o parque como um espaço onde pudesse aliar o amor que tinha pelos animais com a preservação e educação ambiental. Foi um lutador, um incansável batalhador. Manter o parque demandava muito dinheiro e as verbas necessárias vinham apenas da bilheteria. Com os gastos altos e bilheteria deficitária, o jornalista teve de encerrar as atividades.

Logo após o incansável ambientalista criou uma ONG, a ADIPAS (Associação Direcionada na Preservação dos Animais Silvestres), na região do bairro da Roseira e cuidava de mais de 50 animais animais vítimas de maus tratos e tráfico. O local era mantido por Lunardi e amigos.

A ONG também recebia escolas para educar crianças e adolescentes sobre a importância da preservação do meio ambiente. Numa época de crise financeira da entidade, Lunardi ameaçou ir à sessão da Câmara Municipal com todos os animais da ONG para acelerar o projeto de liberação de verbas.

Em 1983, José Macan visitou o Vale dos Guaribas e fotografou a família:

GUARIBA

GUARIBA

GUARIBA

GUARIBA

GUARIBAS

LUNARDI 3

Por ser jornalista dos bons e dono de um zoológico, Hélio Lunardi sempre foi motivo de matérias (as fotos abaixo são do repórter-fotográfico Mario Vassalo):

GUARIBAS

GUARIBAS

 

VEJA TAMBÉM:

EM MENOS DE 48 HORAS, 19 FILHOTINHOS ABANDONADOS