ISOLAMENTO SOCIAL reduz fluxo de veículos e acidentes

ISOLAMENTO SOCIAL

Apesar da necessidade, o isolamento social atrapalhou a vida da maioria dos brasileiros. Em Jundiaí, que começa a apresentar aquecimento da economia segundo dados da Prefeitura divulgados pela Associação Comercial e Empresarial(ACE), pelo menos o trânsito foi beneficiado. O gestor da Unidade de Mobilidade e Transporte(UGMT), Silvestre Ribeiro, afirma que logo no início da quarentena houve redução no fluxo de veículos. A consequência: queda no número de acidentes.

“No primeiro momento do isolamento social foi registrada diminuição de cerca de 30% de movimento de veículos nas principais ruas da cidade”, explica. Atualmente, o volume está se acentuando. Só não é igual ao período anterior ao isolamento porque as aulas presenciais ainda não foram retomadas. Ou seja, os veículos que transportam escolares continuam nas garagens.

Se há menos veículos nas ruas e avenidas, a lógica e os números da UGMT mostram que o número de acidentes também sofreram quedas. Entre janeiro e junho de 2019, as ruas e rodovias de Jundiaí tiveram 1019 acidentes contra 905 no mesmo período deste ano. Se forem contabilizados os casos em vias municipais, no ano passado, de janeiro a junho, foram 706 acidentes. Neste ano, no mesmo período, 644. “Com a abertura do comércio não houve diferença estatisticamente significativa no número de acidentes”, conclui Silvestre.

VEJA TAMBÉM

PRÉ-NATAL: EXAMES EVOLUÍRAM MUITO, DIZ GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD

FISK DA RUA DO RETIRO: SAIBA O QUE SÃO QUESTIONS WORDS. CLIQUE AQUI

OS 103 ANOS DA ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI