15, novembro , 2018
Home Opinião JARDINS BOTÂNICOS contribuem para conservação da biodiversidade

JARDINS BOTÂNICOS contribuem para conservação da biodiversidade

Os jardins botânicos sempre foram apreciados pela beleza que abrigam. São como ilhas de serenidade em meio ao barulho e poluição das cidades. Além disso, contribuem para o aumento da biodiversidade que se refugia nesses espaços. Eles também fazem parte da infraestrutura verde das cidades, que tem importância crescente na adaptação aos impactos das mudanças climáticas nas áreas urbanas.

Estes espaços sempre existiram para familiarizar os seres humanos com o mundo natural em torno deles. Os primeiros jardins botânicos do mundo foram os jardins físicos da Itália, nos séculos XVI e XVII. Os jardins eram basicamente voltados para o estudo acadêmico de plantas medicinais. Eram lugares abertos ao público e no qual as plantas eram rotuladas.

Mais tarde, durante os séculos XVI e XVII, na era da exploração e nos primórdios do comércio internacional, jardins como o Royal Botanic Gardens, o Kewda Inglaterra,e o Real Jardim Botânico de Madri foram criados para tentar cultivar novas espécies que estavam sendo trazidas das expedições dos trópicos. Assim, os jardins botânicos tornaram-se componentes vitais do comércio.

Depois, durante os séculos XIX e XX, esses espaços se tornaram muito mais do que coleções de especiarias e plantas medicinais. Jardins municipais e cívicos foram criados em toda a Europa. Quase todos esses jardins eram principalmente para fins de lazer, com muito poucos deles tendo algum programa científico.

Mais recentemente, nos últimos 30 anos, os jardins botânicos viram um renascimento como instituições científicas devido ao surgimento do movimento de conservação e resgate da biodiversidade vegetal. Muitos deles assumiram o compromisso de combater a extinção e a perda da diversidade biológica.Só para ter uma ideia, um levantamento de 1.116 coleções botânicas mostra que elas detêm representantes de cerca de 30% das espécies de plantas do mundo.

Atualmente, a conservação da biodiversidade é a razão de ser desses espaços.A maioria dos jardins botânicos oferece sérios programas de pesquisa e educação ambiental para o público geral. Muitos deles têm se ocupado em combater o que se chama de “cegueira de plantas”, isto é a incapacidade de ver ou notar as plantas em seu ambiente, a incapacidade de reconhecera importância das plantas na biosfera e para os humanos e a classificação antropocêntrica equivocada das plantas como inferior aos animais e, portanto, indigna de consideração.São nesses pontos que a educação botânica se centra.

OUTROS ARTIGOS DE FABIANA BARBI

RIOS URBANOS

REDES DE COOPERAÇÃO DE CIDADES MELHORARAM O MEIO AMBIENTE

OS ECOBAIRROS E A SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES

A (GRANDE) IMPORTÂNCIA DA BIODIVERSIDADE URBANA

A EXPANSÃO DA AGRICULTURA URBANA NO BRASIL

CIDADES CONTRIBUEM PARA DÉFICIT AMBIENTAL DO PLANETA

O POTENCIAL DAS COMPRAS PÚBLICAS SUSTENTÁVEIS

JOGAMOS LIXO DENTRO DO PLANETA

AS RIQUEZAS DA SERRA DO JAPI

Com mais de 1.775 jardins botânicos em todo o mundo, o Brasil é um dos países que mais possui esses espaços. São 43 jardins botânicos espalhados por cidades brasileiras, segundo dados do Botanic Gardens Conservation International, uma rede mundial de jardins botânicos. Dez deles estão no estado de São Paulo. E Jundiaí é privilegiada em ter o seu, desde 2004.

O jardim botânico de Jundiaí está inserido em uma região que engloba dois domínios considerados altamente ameaçados, a Mata Atlântica e o Cerrado e tem se dedicado a estabelecer uma coleção que represente a flora desses dois domínios.Na sua coleção de plantas vivas para conservação, ele possui 122 espécies de Mata Atlântica, das quais 20 são ameaçadas de extinção, totalizando 1.593 indivíduos. Possui ainda, 25 espécies do Cerrado, sendo três ameaçadas de extinção, totalizando 409 indivíduos.

Seja para aprender um pouco mais sobre a importância das plantas ou para contemplar a natureza, vale uma visita a esses espaços, cada vez mais necessários nas áreas urbanas.


Para saber mais:

https://www.nature.com/articles/s41477-017-0019-3

https://www.bgci.org/

https://www.nature.com/news/world-s-botanic-gardens-should-work-together-1.22662

http://www.iac.sp.gov.br/publicacoes/agronomico/pdf/v55-1_paginas56a60.pdf

https://jardimbotanico.jundiai.sp.gov.br/wp-content/uploads/lista-de-esp%C3%A9cies.pdf


FABIANA BARBI
Socióloga, com mestrado, doutorado e pós-doutorado na área ambiental (Unicamp). Foi assessora de projetos no ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade e professora de Gestão Ambiental na Unianchieta e Faculdades Anhanguera. É autora do livro “Mudanças Climáticas e Respostas Políticas nas Cidades” (Ed. Unicamp, 2015). Acesse: www.fabianabarbi.com.br

 

Facebook Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA


  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments