14, dezembro , 2018
Home Negócios LANÇAMENTOS e vendas de imóveis residenciais novos têm crescimento

LANÇAMENTOS e vendas de imóveis residenciais novos têm crescimento

O mercado imobiliário de Jundiaí está em ritmo de recuperação, com o crescimento de lançamentos e vendas de imóveis residenciais novos. A informação é do Secovi  (Sindicato da Habitação) e do Proempi de Jundiaí. No período entre dezembro de 2017 e novembro de 2018, foram lançadas 750 unidades na cidade, volume 53% maior do que no período anterior, quando os lançamentos totalizaram 489 residências. No mesmo intervalo de tempo, 1.080 imóveis novos foram comercializados no município. O resultado representa um aumento de 29% em relação às 837 residências vendidas e contabilizadas no levantamento anterior.

Considerando-se o período de estudo, de dezembro de 2015 a novembro de 2018, os lançamentos totalizaram 2.606 imóveis residenciais, dos quais 2.094 unidades foram comercializadas –ou seja, 80,4% das residências ofertadas ao longo dos 36 meses pesquisados. Os dados fazem parte do Estudo Secovi do Mercado Imobiliário, que acompanha o desempenho de lançamentos e vendas de imóveis residenciais novos na cidade. O levantamento é desenvolvido por Robert Michel Zarif, em parceria com o Departamento de Economia e Estatística do Sindicato da Habitação.

Oferta final – A cidade de Jundiaí registrou a oferta de 512 unidades disponíveis para venda em novembro de 2018. Este total é formado por imóveis na planta, em construção e prontos (estoque) lançados nos últimos 36 meses (dezembro de 2015 a novembro de 2018). Houve uma redução de 57% em relação ao mês de novembro de 2017, quando foram registradas 1.201 unidades não comercializadas no município. Em relação ao VGV (Valor Global de Vendas), o montante movimentado entre dezembro de 2017 e novembro de 2018 totalizou R$ 305,3 milhões, volume 11% superior ao registrado no período anterior, quando atingiu a marca de R$ 275,9 milhões.

Destaque – Os imóveis de 2 dormitórios destacaram-se na maioria dos indicadores, no período de dezembro de 2017 a novembro de 2018, registrando a maior quantidade de vendas (451 unidades), de lançamentos (382 unidades), e de oferta final (226 unidades). O maior VGV (R$ 128,3 milhões) ficou com os imóveis de 3 quartos. Já o melhor desempenho em termos de VSO (Vendas Sobre Oferta) foi verificado na tipologia de 2 dormitórios econômicos, que atingiu 78,3%, resultado da divisão das 285 unidades vendidas em relação aos 364 imóveis em oferta.

Preço médio – Os imóveis com preços entre R$ 230 mil e R$ 500 mil destacaram-se em quase todos os indicadores, no período de dezembro de 2017 a novembro de 2018: registraram a maior quantidade de vendas (773 unidades), de lançamentos (632 unidades), oferta final (428 unidades) e o melhor VGV (R$ 242,4 milhões).

O melhor desempenho de comercialização, com VSO de 79,3%, ficou com os imóveis na faixa de até R$ 230 mil. Já em relação à área útil, os imóveis com metragem entre 46 m² e 65 m² tiveram relevância, no mesmo intervalo pesquisado, em termos de vendas (736 unidades), lançamentos (500 unidades), oferta final (305 unidades) e VGV (R$ 176,9 milhões).

Em relação aos valores, os preços médios totais no período foram de R$ 178 mil (1 dormitório econômico), R$ 203.585 (2 dormitórios econômicos), R$ 256.473,00 (2 dormitórios), R$ 404.348 (3 dormitórios). Ao analisar o preço médio por metro quadrado, os valores ficaram em R$ 4.496 (2 dormitórios) e R$ 4.864 (3 dormitórios).

Lotes aprovados – Os loteamentos também estão contemplados no estudo, a partir do levantamento do número de projetos aprovados no Graprohab (Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais do Estado de São Paulo) nos últimos anos. Nos primeiros dez meses de 2018, foram protocolados 416 projetos de loteamentos no Estado; 529 em 2017; e 644 em 2016. Jundiaí teve três projetos aprovados no Graprohab entre janeiro e outubro de 2018, totalizando 580 lotes previstos. Em 2017, não houve novas autorizações no município.

Cenário – Para o vice-presidente do Interior do Secovi-SP, Frederico Marcondes César, os dados mostram que o mercado imobiliário de Jundiaí está em franca recuperação. “O crescimento detectado em lançamentos e vendas é positivo e indica a retomada do mercado imobiliário local”, comenta.Ricardo Benassi, representante do Secovi-SP em Jundiaí, aponta que os números apresentados no estudo demonstram a tendência positiva que deve se confirmar nos próximos anos. “O crescimento deste ano é considerável e esse otimismo acaba se refletindo nas perspectivas para 2019, que tende a ser um ano muito mais favorável para o Brasil e para o mercado imobiliário”, complementa. Benassi acrescenta, ainda, que investir em imóveis continua sendo uma excelente opção de negócio. “Embora o mercado esteja se recuperando após as instabilidades político-econômicas do País vividas ao longo do ano, é possível encontrar boas oportunidades para quem quer realizar o sonho da casa própria ou sair do aluguel”, afirma.

Para Walter da Costa e Silva Filho, presidente da Proempi (Associação das Empresas e Profissionais do Setor Imobiliário de Jundiaí e Região), entidade que representa o Secovi-SP na região, outros fatores contribuem para o bom fluxo do mercado no município demonstrado no levantamento. “A cidade apresenta boa qualidade de vida, oportunidades de carreira e um bom crescimento econômico por parte da população, o que atrai muitos interessados em fixar residência no município ou simplesmente em investir”, salienta.(Fonte: Secovi/Foto: www.zappro.com.br)

Facebook Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA


  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments