15, novembro , 2018
Home Opinião NOSSOS JUÍZES, auxílio-moradia e aumentos salariais

NOSSOS JUÍZES, auxílio-moradia e aumentos salariais

Não dá pra se dizer que o Brasil vai entrar na linha. Isso parece que nunca vai acontecer! O que se viu nesta semana foi preocupante para o bolso do Governo com reflexo direto no bolso do contribuinte. E o contribuinte somos nós! O reajuste dos salários do Judiciário mostra que manda quem pode, obedece quem tem juízo. E a história caminhou mais ou menos assim: Dias Toffoli, presidente do STF – Supremo Tribunal Federal – ou a mais alta corte da Justiça brasileira, ligou para senadores reforçando o compromisso de se derrubar o auxílio-moradia a que têm direito os juízes, em troca do aumento. Infelizmente o povo brasileiro não tem auxílio moradia e não têm este mesmo poder de barganha!

E lá vem o aumento do Judiciário para, como numa bola de neve, elevar os gastos do orçamento. Em contrapartida, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, negocia com o Congresso a aprovação, a toque de caixa, da Reforma da Previdência. Em suma, aumenta-se ali, aperta-se aqui. Quem pode mais chora menos! E quem perde, como sempre, é o povo! As propostas de campanha acabam ficando esquecidas e os políticos pensam em cortar gastos, mas só aqueles que beneficiam o povo, principalmente os aposentados ou quem caminha para isso num País onde os planos de saúde são a salvação para médicos e hospitais porque o SUS não consegue bancar suas contas, deixando como rastro a alternativa do brasileiro de buscar alternativas.

Triste perceber que caminhamos sem alternativas que visem beneficiar a população. Exatamente aquela que vai às urnas, vota, faz carreatas, briga nas redes sociais com os contrários e se vê esquecido pelos governantes.

OUTROS ARTIGOS DE NELSON MANZATTO

BOLSONARO E A LAVA JATO

BRASILEIRO VAI ÀS URNAS SEM OPÇÕES

SEM PROGRAMAS DE GOVERNO

Não se pode dizer que o STF buscou com esta medida se vingar de Bolsonaro, simplesmente porque seu filho havia dito que poderia fechar o Supremo com um cabo e um soldado. Isso antes da eleição, o que fez o ainda candidato Jair Bolsonaro sair correndo pedindo desculpas e implorando à sua equipe que ficasse de bico calado. “Em boca fechada não se entra mosquito!”

Passado o período eleitoral, vitória garantida, e com muitos senadores derrotados e fora do jogo político a partir de janeiro, visualizamos a aprovação do aumento do Judiciário. Um reajuste superior a 16%. O salário mínimo? Bem, ele vai subir menos de 6% no início de 2019…(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Facebook Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA


  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments