Para Mulheres na Ciência: prêmio oferece bolsas de R$ 50 mil

PARA MULHERES

As inscrições do prêmio Para Mulheres na Ciência estão abertas até o dia 22 de maio. As candidatas devem atuar nas áreas de Ciências da Vida, Ciências Físicas, Matemática e Química. As participantes selecionadas serão beneficiadas com bolsas de até R$ 50 mil para investir em pesquisas. O programa vai selecionar sete (7) cientistas e o valor vai ser destinado para o trabalho de pesquisa desenvolvido pelas selecionadas.

A premiação, que surgiu em 2006 está em sua 15ª edição. A iniciativa tem como objetivo proporcionar algumas modificações no ambiente científico e, principalmente, diminuir a desigualdade de gêneros muito presente na área da pesquisa brasileira. 

Critérios de participação – Para participar da premiação, as candidatas devem cumprir alguns critérios de elegibilidade. Se os requisitos não forem cumpridos, a candidata pode ser desclassificada. O “Para Mulheres na ciência” exige que as pesquisadoras:

–    Tenham concluído o doutorado a partir de 01/01/2013;

–    Se comprometam a realizar pesquisa em instituição brasileira adequada ao desenvolvimento do projeto submetido;

–    Estejam conduzindo pesquisa nas áreas de Ciências da Vida, Ciências Físicas, Matemática ou Química;

–    Tenham o Currículo Lattes atualizado.

Seleção – A seleção será feita por um júri composto por membros da Academia Brasileira de Ciências (ABC), um representante da empresa L’oreal e um membro da Unesco. A comissão irá julgar critérios como a qualidade e impacto do projeto e do trabalho desenvolvido pela candidata anteriormente. Também poderão ser avaliados outros elementos, a exemplo da independência e potencial da participante frente ao êxito da pesquisa.

Inscrições  – As interessadas em concorrer ao prêmio têm até o dia 22 de maio para realizar a inscrição, através de um formulário online. As candidatas precisam responder todas as informações e incluir os documentos solicitados no formulário de inscrições, disponível no site www.paramulheresnaciencia.com.br. Entre os dados solicitados, estão:

–    Declaração de concordância da(s) instituição(ões) nacional(is), onde a pesquisa será desenvolvida (documentos digitalizados e anexados eletronicamente, em um único arquivo em formato PDF);

–    Mini Resumo e Importância prática e/ou teórica do Projeto de Pesquisa;

–    Projeto de Pesquisa, incluindo referências bibliográficas (máximo de quatro páginas em formato A4, espaço duplo, fonte Times New Roman, corpo 12, anexado eletronicamente em um único arquivo em formato PDF).

As candidatas podem se inscrever somente uma vez por edição, apresentando apenas um Projeto de Pesquisa. As selecionadas deverão desenvolver seus projetos aqui no Brasil, durante o período de duração da Bolsa-Auxílio (12 meses). Fonte: Agência Educa Mais Brasil

VEJA TAMBÉM

MENTE OCUPADA, FÉ E FOCO. AS DICAS DA MÉDICA LUCIANE WOOD PARA ENFRENTAR O ISOLAMENTO

OS 103 ANOS DA ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA

NA FISK DA RUA DO RETIRO TEM CURSO DE LOGÍSTICA

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI