PLANEJAMENTO FINANCEIRO para 2021. Já fez o seu? Veja vídeo

PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Apesar dos pesares 2020 está acabando. O próximo está aí. E o terapeuta financeiro Pedro Braggio pergunta: você já fez seu planejamento financeiro para 2021? Colocar tudo no papel e calcular é importante. Entenda o porquê da necessidade de um planejamento financeiro bem feito dando um play:

PEDRO BRAGGIO

Autor do livro “Dinheiro é Bom e eu Gosto” e coautor do livro “Empreendedor Total”. É educador e terapeuta financeiro há mais de 25 anos. Graduado em Ciências Contábeis e especialista em finanças. Professor de graduação e pós-graduação nas áreas de finanças e empreendedorismo. Ministra palestras de Reeducação financeira em Universidades, empresas e outras entidades em todo o Brasil.(Foto principal: inovacaosebraeminas.com.br)

TRÊS DICAS PARA FAZER SEU PLANEJAMENTO FINANCEIRO

1 – Saiba quanto você ganha – Não tem como fugir dessa regra número 1. Para fazer um bom planejamento financeiro pessoal, o primeiro passo é descobrir como anda sua realidade financeira. Isso significa saber com clareza quanto você ganha e quanto gasta por mês.

Se você é assalariado, lembre-se de considerar o salário líquido, ou seja, o valor que realmente cai na sua conta bancária mensalmente. O salário líquido é a quantia que já vem descontada de impostos, INSS, vale-refeição, plano de saúde e outros benefícios concedidos pelo empregador.

Essa é a única fonte de renda ou você ganha mais dinheiro ao alugar uma casa da família, por exemplo? Se for o seu caso, considere também essa receita na conta, mas não se esqueça de descontar possíveis custos com manutenção, consertos e outras despesas com o imóvel.
lém dessas, há outras receitas, como aluguel de uma vaga de garagem? Liste uma por uma.

O ideal é você discriminar item por item (por exemplo, salário; aluguel da casa na praia etc.) e depois, claro, somar tudo para chegar ao valor que representa suas entradas todos os meses.

2 – Descubra para onde o dinheiro vai – Depois de entender como o dinheiro entra, agora é fundamental descobrir para onde ele vai todos os meses.

Parece uma pergunta difícil no começo porque, no dia a dia, é comum não pararmos pra pensar nos gastos, ainda mais aqueles rotineiros, como as contas de consumo.

Liste todos os gastos, começando justamente por aqueles frequentes, que ocorrem todos os meses: água, energia, telefone, internet, aluguel (ou prestação do financiamento imobiliário).

Faça um esforço para lembrar, mas uma boa estratégia é pegar o extrato da conta no banco e a fatura do cartão de crédito para conseguir discriminar cada despesa.

Além dos gastos recorrentes, existem as contas que não vêm mensalmente, como impostos (IPTU e IPVA, por exemplo) e outros gastos tradicionais de início de ano.

Mas não é melhor pensar nisso só em dezembro? Claro que não! Planejamento financeiro significa justamente se antecipar para não ter más surpresas lá na frente.

Dica importante para mensurar despesas anuais – Então, vamos lá: uma dica é somar essas despesas de início de ano em gastos mensais. É fácil. Basta dividir o total por 12 (número de meses de um ano).

Por exemplo, se você gasta todo ano R$ 1.300 com IPVA, divida essa quantia por 12 e chegará ao valor que precisará guardar mensalmente. Assim, não será pego de surpresa em janeiro e também conseguirá pagar à vista, o que pode render bons descontos.

Essa regrinha também vale para IPTU e outros itens que você considere importantes na sua realidade financeira.

Chegamos, então, aos gastos mais “perigosos” em um orçamento pessoal, as despesas extras. Tudo que é ligado a lazer, bares, restaurantes, festas, comida por aplicativo, Uber etc. De R$ 10 em R$ 10, esses itens podem se transformar em verdadeiros vilões das suas finanças.
Calma, não estamos falando para parar de consumir. Mas é importante definir limites para cada tipo de gasto. Isso se chama planejamento financeiro.

Por exemplo, estabeleça um “teto” para despesas com bares e restaurantes. Se passar um pouco num mês ou outro, tudo bem. Dá para corrigir a rota no mês seguinte.

Lembrando que planejar e fazer o controle financeiro pessoal não é acabar com todos os prazeres, mas sim se organizar para atingir sonhos no curto, médio e longo prazo, sem perder a qualidade de vida.

3 – Quais são os seus sonhos? Depois de entender como seu dinheiro “se comporta” todos os meses, uma etapa fundamental no planejamento financeiro pessoal é refletir sobre seus sonhos e objetivos.

O que você quer conquistar ou fazer daqui a um ano? Quer passar a aposentadoria em outro país? Pretende fazer um intercâmbio daqui a cinco anos?

Pare e pense: quais são as suas metas no curto (até 1 ano), médio (de 2 a 5 anos) e longo prazo (acima de 5 anos)?

Não precisa saber tudo agora, afinal a vida é dinâmica e o planejamento financeiro pessoal, também. É um caminho que vai sendo traçado ao longo do tempo.

Hoje pode ser que você queira casar e ter filhos. Amanhã, talvez isso não seja mais um objetivo e você se contente em adotar um cachorro e um gato. E está tudo bem, a vida é assim.

No seu planejamento financeiro, cada sonho ou objetivo pode ter uma espécie de adesivo ou carimbo. Assim, você vai poupando recursos. O ideal, claro, é manter uma disciplina para guardar dinheiro e investir.

Daí a importância do controle financeiro pessoal. Para te ajudar nessa tarefa, existem os aplicativos de controle financeiro pessoal.

Com eles, normalmente, você consegue definir seu planejamento financeiro por meio de categorias e subcategorias, inclusive podendo dar um nome, por exemplo, viagem, férias, aposentadoria, entre outros objetivos.

Que tal começar a experimentar essas ferramentas para fazer um planejamento financeiro pessoal online?

Caso você não goste muito de tecnologia, vale planejar suas finanças até mesmo no bom e velho caderninho, o mais importante é que você dê o primeiro passo!(Texto: Victor Leão/www.idinheiro.com.br)

VEJA TAMBÉM

CIGARRO X MULHERES: GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD EXPLICA OS MALEFÍCIOS

FISK DA RUA DO RETIRO: SAIBA O QUE SÃO QUESTIONS WORDS. CLIQUE AQUI

OS 103 ANOS DA ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI