21, novembro , 2018
Home Jundiaí de Antigamente A PONTE TORTA, que foi dos bondes, é vítima de pombos e...

A PONTE TORTA, que foi dos bondes, é vítima de pombos e vândalos

VINHETA JUNDIAI ANTIGAMENTEA ponte de tijolos sobre o rio Guapeva, localizada no entroncamento da avenida Odil Campos Saes e rua José do Patrocínio é, para nós, a Ponte Torta. Mas ela também já foi conhecida como Ponte Redonda, Ponte do Arco e Ponte dos Bondes. Vítima dos pombos que teimam em defecar nela e dos vândalos, que de uns tempos para cá, descobriram no patrimônio um painel para pichações, a Ponte Torta foi construída entre 1888 e 1889 pelo pedreiro italiano Paschoal Scollato. O engenheiro responsável pela obra foi Willian Harr, segundo o site do Conselho Municipal de Turismo de Jundiaí.

Já a página que trata do tombamento histórico do monumento afirma que “não se pode afirmar uma data exata da construção. O que se sabe é que foi construída durante o ciclo ferroviário, sobre o rio Guapeva, para ligar o centro da cidade à Estação Ferroviária. Na segunda metade do século XIX essa construção era usada para a passagem de bondes puxados por animais da Cia. Paulista Carril Jundihyana. Com o passar dos anos e a ampliação da cidade, foi se tornando pequena demais para suportar o trânsito de pessoas e principalmente de veículos”. Na foto abaixo, a reprodução do projeto original da ponte.

PONTE TORTA

A ata do tombamento prossegue: O rio Guapeva também ganhou volume e tamanho, o que exigiu a reformulação da Ponte Torta. Foi construída em alvenaria de tijolos sem armação metálica, seguindo estilo arquitetônico usual na época.

Nos anos 1980, a margem esquerda do Rio Guapeva foi alargada para evitar as enchentes que castigavam a região. As obras abalaram a estrutura da construção, que começou a se deslocar, para evitar a sua queda, foi construído um bloco de concreto.

PONTE TORTA

No dia 14 de agosto de 2007, a Ponte Torta foi tombada como patrimônio histórico de Jundiaí. A partir daquela data, quaisquer intervenções físicas a serem realizadas no bem tombado deverão ser previamente aprovadas pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural. Só não avisaram isto para os pombos e aos vândalos…

Em 2014 foi iniciado um processo de restauração e zeladoria, onde, além do projeto de restauro, foram colhidos depoimentos que visavam um resgate à memória, onde a população pudesse se empoderar da Ponte Torta e reconhecer, através de sua trajetória pessoal, o valor histórico da construção através das gerações.

PONTE TORTA

A restauração foi necessária, em boa parte, por causa dos pombos que se alimentavam – e continuam se alimentando – do barro dos tijolos. Além disto, eles defecam na estrutura, o que colabora com a destruição dos tijolos centenários. Não bastasse a ação das aves, a ponte também passou a ser atacada por pichadores. Felizmente, contra estes é possível agir. A Prefeitura definiu multas altas para quem for flagrado vandalizando o local, assim como outros monumentos e prédios históricos da cidade.

LEIA TAMBÉM:

QUEM FALTA FAZ O EX-PREFEITO E PROFESSOR PEDRO FÁVARO

DOCE LEMBRANÇA DE UM PRIMEIRO DE ABRIL COM MEUS AVÓS

EM 1975 COMEÇAVA A CONSTRUÇÃO DA AVENIDA NOVE DE JULHO

NOS ANOS 1970, JUNDIAÍ COMEÇA A GANHAR SUPERMERCADOS

A PRAÇA DA BANDEIRA, NO CENTRO, VIROU TERMINAL DE ÔNIBUS

IPIRANGA E MARABÁ DAVAM GLAMOUR AO CENTRO DA CIDADE

HÁ MUITOS ANOS, OS CARNAVAIS DE JUNDIAÍ ERAM ASSIM…

A HISTÓRIA DE UM ITALIANO PASSA POR DOIS BAIRROS DE JUNDIAÍ

QUEM NÃO SE LEMBRA DO TRENZINHO DO PARQUE DA UVA?

VOCÊ SABIA QUE O LARGO SÃO JOSÉ TEVE UM BEBEDOURO?

O CÃO FERROVIÁRIO

A COISA PÚBLICA PARA UM CIDADÃO DA DÉCADA DE 1960

REGIÃO DA PRAÇA DA BANDEIRA ERA ASSIM

HOTEL DE LUIGI PETRONI FICAVA NA RUA BARÃO

VEJA COMO A PRAÇA DA BANDEIRA ERA NO FINAL DOS ANOS 1940

QUEM TINHA MEDO DA MARIA DOS PACOTES?

A CICA MARCOU A VIDA DE VÁRIAS GERAÇÕES

Facebook Comments

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

CAPTCHA


  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments
  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

    Facebook Comments