Prefeitura esclarece: Nenhuma atividade será fechada na Fase Amarela

prefeitura esclarece

Em nova atualização do Plano São Paulo, apresentada nesta segunda-feira (30), o Governo do Estado reclassificou todas as regiões para a Fase Amarela. Em Jundiaí, a Prefeitura esclarece que nenhuma atividade será fechada, neste momento, mas ficam submetidas a regras e protocolos sanitários disponíveis no site www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus.

A Prefeitura esclarece ainda que permanece válido o horário ampliado para o funcionamento do comércio no mês de dezembro, conforme divulgado pela administração municipal e sob os critérios da Fase Amarela de flexibilização.

A mudança ocorre quase dois meses depois de o município ter avançado para a Fase Verde. O prefeito e presidente da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ), Luiz Fernando Machado, reunirá os atuais mandatários e os prefeitos eleitos das seis cidades, no sábado(5), para traçar novas ações coletivas de enfrentamento ao coronavírus.

As ações serão no sentido de fortalecer a manutenção das medidas proteção como o uso de máscara, higiene frequente das mãos, isolamento e distanciamento social, com o objetivo de assegurar o combate efetivo da doença, sem prejuízo de ações para o fortalecimento das atividades econômicas.

Jundiaí mantém o monitoramento diário dos indicadores da doença, além de medidas para frear o avanço da contaminação. São feitas as buscas ativas de casos nos bairros, acompanhamento pontual dos pacientes suspeitos por central específica, oferta ampla de testes, além de ações nos terminais urbanos, com o encaminhamento imediato para os serviços de saúde das pessoas com sintomas que possam caracterizar a covid-19.

A rede de atendimento a casos suspeitos é formada pelas Unidades Sentinelas instaladas na Nova UBS Jardim do Lago, UPA do Vetor Oeste e Pronto Atendimento da Hortolândia (antigo Centro de Referência ao Idoso).

ACE – O presidente da Associação Comercial Empresarial (ACE) de Jundiaí, Mark William Ormenese Monteiro, diz que este retrocesso é muito ruim para o comércio, principalmente neste período de Natal, a principal data para o varejo.

“Entendemos que é necessário conter um novo avanço da doença na cidade mas é muito triste ter de reduzir a capacidade atendimento e não poder estender o horário de funcionamento, o que tradicionalmente ocorria todo mês de dezembro”, afirma.

“Não é o comércio que estimula aglomeração, ao contrário, quanto mais horas as lojas ficam abertas, mais é possível pulverizar o atendimento. Não adianta fechar o comércio e as pessoas continuarem aglomerando em outros locais. Todos devem colaborar com os protocolos de saúde.”

VEJA TAMBÉM

DEPRESSÃO NA MENOPAUSA: VEJA VÍDEO DA GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI