PROMOTOR AVISA: boca de urna vai terminar em prisão

O promotor eleitoral Claudemir Battalini, de Jundiaí, informou que o Ministério Público realizou reunião com partidos e representantes de candidatos, assim como o comando da Polícia Militar, Guarda Municipal e Polícia Civil. Neste encontrou discutiu-se a proibição à boca de urna durante as eleições deste domingo(7). “A fiscalização será rigorosa e sendo constatado o crime, serão adotadas as medidas pertinentes e prisão da pessoa flagrada”, adiantou ele. A partir das 22 horas de sábado(6) está proibida a entrega de qualquer tipo de material eleitoral. “Nada pode ser distribuído em nenhum lugar”, enfatizou.

Até o momento, de acordo com Battalini, a campanha transcorreu de forma tranquila. Nenhum caso grave foi registrado. “Nas eleições passada, o trabalho preventivo evitou problemas maiores”, comentou o promotor. A Prefeitura, explicou ele, irá recolher os panfletos que forem jogados nas ruas. “Medidas serão adotadas contra os infratores. Os santinhos ocasionam queda dos pedestres e entupimento de galerias e até enchentes”. afirmou.

MAIS ELEIÇÕES 2018

TRANSPORTE COLETIVO SERÁ REFORÇADO

VOCÊ JÁ SABE ONDE VAI VOTAR?

Eleitores que virem alguém fazendo boca de urna devem fazer a denúncia para a Polícia Militar(190), Guarda Municipal(156) ou nas próprias zonas eleitoras e presidentes de sessões que acionarão as forças de segurança.