26, abril , 2019
Home Jundiaí e Região Telefonia, bancos e redes de lojas lideram RECLAMAÇÕES no Procon

Telefonia, bancos e redes de lojas lideram RECLAMAÇÕES no Procon

Os setores de telefonia, grandes redes de lojas e bancos lideram as reclamações no Procon de Jundiaí neste ano. Juntas, foram responsáveis por 1052 queixas até março último. Pela ordem, as cinco empresas mais reclamadas são: Grupo Vivo/Telefonica; Grupo Claro/Net/Embratel(América Móvil); Bradesco; Itaú Unibanco; Grupo Pão de Açúcar, Extra; Pontofrio.com; Casasbahia.com; Casas Bahia e Ponto Frio. A DAE ocupa a 12ª colocação (veja tabela abaixo).

RECLAMAÇÕES

AS 50 EMPRESAS MAIS RECLAMADAS NO PROCON DE JUNDIAÍ

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, o Procon realiza constantes ações de orientação aos consumidores, que acabam melhorando as relações com as empresas e reduz o número de reclamações. Prova disto são, de acordo com a assessoria, os números deste ano: enquanto em janeiro foram realizados 2.081 atendimentos, em abril o número caiu para 1.414, redução de 32%. O site www.procon.sp.gov.br é uma importante ferramenta que vem sendo cada vez mais utilizada pelos consumidores.

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DAS CAMPEÃS DE RECLAMAÇÕES:

RECLAMAÇÕES

RECLAMAÇÕES

RECLAMAÇÕES

As pessoas físicas que adquirem ou utilizem produtos ou serviços como destinatário (consumidor) final desta relação de consumo, que possuem um problema ou dúvida com relação ao seguintes assuntos, de forma exemplificativa:

– Alimentos: prazos de validade, qualidade, condições de apresentação dos produtos (preços, embalagens, estocagem);

– Saúde: orientação sobre planos de saúde – abusos de cláusulas, descumprimento de cláusulas, reajuste, adequação dos planos a nova legislação;

– Produtos: defeitos, trocas, garantias, assistência técnica, arrependimentos;
Serviços: má qualidade na prestação de serviço, não prestação, descumprimento de contrato, rescisão contratual;

– Habitação: locação – atendimento ao locatário, cumprimento de cláusulas, análise de contratos residenciais, taxas, condomínios, informações sobre aluguel e venda, cobranças, indevidas;

VEJA TAMBÉM:

PREFEITURA CONTRATA FIPE PARA MELHORAR GESTÃO DO SÃO VICENTE

– Financeiros: análise de contratos de créditos, cálculos de prestações, intervenção junto à administradoras de consórcios e leasing, financiamento, assuntos bancários, cobranças irregulares e abusivas, mensalidade escolar.

O consumidor deve trazer a cópia de toda a documentação relativa ao assunto que quer uma análise (contratos, recibos, e-mails, certificados de garantia, Notas Fiscais, etc) cópia do RG e CPF, bem como, deve apresentar um comprovante de residência de moradia na cidade. O Procon fica na rua Barão de Jundiaí, 153 – anexo à Câmara Municipal, centro.

 

 

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.