19, fevereiro , 2019
Home Política REFORMA do anexo, troca da frota e trens são assuntos na Câmara

REFORMA do anexo, troca da frota e trens são assuntos na Câmara

A Câmara Municipal de Jundiaí teve a primeira sessão do ano nesta terça-feira(5). Porém, os vereadores estão a todo vapor. Eles estão discutindo a reforma do prédio anexo do Legislativo e a troca da frota de veículos. Também foi criada uma frente parlamentar que defenderá o transporte ferroviário e também a memória dele.

O presidente da Câmara, Faouaz Taha; o primeiro e o segundo secretários, respectivamente os vereadores Wagner Ligabó e Rogério Ricardo se reuniram para tratar da reforma do prédio anexo da Câmara e sobre a troca da frota de veículos oficiais. As duas ações são necessárias para garantir a segurança dos usuários.

“Tanto a reforma do prédio quanto a troca dos veículos são necessidades urgentes e acredito que não podemos mais adiar essas ações. Precisamos colocar a segurança das pessoas em primeiro lugar. Nosso esforço é chegar à melhor solução, gastando o mínimo possível de recursos. E, principalmente, com total transparência. Cada passo será apresentado e explicado à população. Afinal, estamos falando em recursos do município”, comenta Faouaz.

Atualmente a Câmara conta com uma frota oficial de 16 veículos, todos com mais de dez anos de uso e que apresentam, em média, mais de 100 mil quilômetros rodados. Destes 16 veículos, metade está parada pela necessidade de manutenção e troca de peças. Os oito veículos em atividade atendem todos os setores da Casa, em esquema de rodízio. Ou seja, são utilizados tanto pelos vereadores, para se deslocarem a reuniões e compromissos oficiais, quanto pelos servidores, estritamente para desempenho de suas funções.

“Estamos estudando todas as possibilidades, mas já notamos que a compra é a melhor alternativa. Isto porque o conserto dos carros ficaria mais caro que o valor de avaliação da nossa frota”, explica Faouaz.

LEIA TAMBÉM

BRT: RESPOSTA DO GOVERNO FEDERAL DEVE SAIR EM DUAS SEMANAS

O anexo da Câmara Municipal, inaugurado em 2004, abriga os gabinetes dos vereadores, que recebem dezenas de munícipes diariamente, e o Procon, por onde passa uma média de 100 pessoas por dia. Ali também ficam outros setores da Câmara, como as diretorias Legislativa e Financeira, o Centro de Processamento de Dados (CPD), arquivo histórico e almoxarifado. Além disso, o Prédio Anexo é um patrimônio público, motivo que reforça a necessidade de manutenção e conservação.

O imóvel apresenta uma série de problemas, como infiltrações e fissuras nas paredes e piso. De acordo com laudo técnico elaborado em 2018 pela FFF Engenharia (contratada por licitação), apesar de as falhas não implicarem, até o momento, em danos estruturais, “é imprescindível que se tomem as devidas precauções, realizando reparos, pois podem se transformar em patologias de ordem grave e comprometedoras”.

A Mesa Diretora da Câmara afirma que todo o processo licitatório – desde sua abertura até sua conclusão – será realizado com total transparência. “Por meio do nosso site, da nossa página no Facebook e da TV Câmara iremos manter a população a par do andamento destas licitações. Quanto mais pessoas souberem do processo licitatório, mais empresas participarão e maior será nossa possibilidade de conseguir uma proposta vantajosa para a instituição e para a cidade”, explica Taha(foto acima: Mapio)

Trens – A Câmara Municipal de Jundiaí agora conta com a Frente Parlamentar em Prol do Transporte Ferroviário e pela Preservação da Memória e Patrimônio. O objetivo deste grupo é tratar dos investimentos deste tipo de transporte e resgar a memória dele, principalmente a ‘Estaçãozinha’ (primeira estação ferroviária de Jundiaí), destruída num incêndio no dia 9 de julho do ano passado.

“O transporte do País precisa avançar e muito, pelas questões ambientais e de melhor qualidade de vida das pessoas. Investir em ferrovias é uma necessidade diante de todo o caos vivido em relação ao modal rodoviário, desabastecimento de combustível, congestionamentos e mortes provocadas pelo trânsito violento. Nossa missão é discutir isso, ajudar o poder Executivo nas decisões e buscar mais investimentos dos governos estadual e federal com a ajuda dos demais vereadores, da sociedade civil e de todos que se interessam pelo tema”, comentou Edicarlos.

O vereador lembrou do Porto Seco criado em Jundiaí, que favorece muito o desenvolvimento da cidade. “Temos na Prefeitura um especialista nesta área, que é o diretor Gilson Pichioli (Fomento à Indústria), responsável pelo grande trabalho de organização deste terminal ferroviário de cargas. Com ele, as grandes indústrias podem destinar as cargas endereçadas à exportação e importação com um custo bem menor, mais atrativo. Jundiaí é a 17ª maior economia do Brasil e merece uma condição melhor para quem se utiliza também do transporte ferroviário”.

Outra ação da Frentrem será chamar a atenção para a necessidade de revitalização da Estaçãozinha. “Este é mais um patrimônio histórico de Jundiaí que não pode ser perdido. Estamos acompanhando a luta dos entusiastas da memória ferroviária e queremos ajudar. Os ferroviários foram muito importantes para o desenvolvimento de nossa cidade e merecem nosso respeito”, ressaltou Edicarlos.

A Fentrem é uma iniciativa do vereador Edicarlos Vieira. Agora, serão definidas as agendas de trabalho. Para mais informações, o telefone é o (11) 4523-4503 ou pelo e-mail edicarlos@jundiai.sp.leg.br. (Foto acima: Fernanda Craveiro)

JÁ VIU O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA HOJE? CLIQUE AQUI! CURTA, COMPARTILHE, COMENTE NOSSOS POSTS

 

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.