Segundo a Embrapa, o setor agrícola brasileiro foi um dos poucos que se beneficiaram com a pandemia que paralisou o planeta.Hoje, nosso campo alimenta 1,2 bilhão de pessoas no mundo inteiro, garante 20% dos empregos do País,e é responsável por ¼ do PIB do país e por 40% de todas as nossas exportações. Nas principais cidades do interior do País, que prosperam graças ao agronegócio, o símbolo de status do produtor rural são as picapes, que vendem feito pão quente. Picapes como a Chevrolet S10, Ford Ranger, Toyota Hilux e VW Amarok ocupam o lugar dos sedãs e SUVs de alto luxo. É de olho nesse filão que as fábricas dessas picapes não descuidam do consumidor e investem em novidades. A nova Chevrolet S10 High Country foi buscar no visual na Chevrolet Colorado, que é sua irmã norte-americana,uma forma de intimidar as rivais do segmento.

Uma das novidades da linha 2021 da picape está justamente na parte dianteira, com a nova grade inspirada no visual do esportivo Camaro. E as mudanças não ficam apenas na questão estética. A S10 2021 traz também um pacotão de aprimoramentos mecânicos e tecnológicos para garantir mais conforto e reforçar a segurança.

Mesmo motor, melhores respostas – Apesar de trazer sob o capô, o mesmo motor 2.8 a diesel, com 200 cavalos e 51 kgfm de torque, a S10 ganhou um novo turbo, herdado da Colorado americana, que melhora as respostas do motor. Essa mudança reduz o chamado turbo lag, que é um atraso na hora encher a turbina e provoca uma espécie de vazio na potência seguido por um “coice” quando ela descarrega sua força. Ao reduzir esse desconforto, a picape é capaz de acelerar mais rápido e de forma linear, melhorando as retomadas, principalmente na hora de fazer uma ultrapassagem.

Assim como o turbo, a transmissão automática de seis marchas foi recalibrada e ganhou a opção de trocas manuais por um botão na alavanca de câmbio, o mesmo sistema encontrado em outros modelos da GM.

Internet e conforto – A nova S10 é mais um modelo da GM a oferecer um sistema de Wi-Fi nativo, mantido em parceria com a Claro. O novo sistema de dados e telefonia celular oferece sinal até 12 vezes mais estável que o de um smartphone, que é capaz ainda de manter a picape mais tempo conectada à rede 4G graças à uma nova antena que amplifica o sinal, melhorando a velocidade de transmissão de dados.

Com isso é possível que sejam feitas atualizações remotas (Over the Air) de sistemas eletrônicos do veículo. Mais do que isso, a picape da Chevrolet agora é capaz de identificar a necessidade de troca de óleo, por exemplo, e enviar um alerta para o WhatsApp do proprietário. Pelo aplicativo My Chevrolet, instalado no celular, dá até para ligar o ar-condicionado à distância e ir resfriando a cabine antes de embarcar.


Visual diferenciado – A nova frente segue o estilo da mais atual linha de utilitários globais da Chevrolet. Agora existe uma clara diferenciação entre a versão topo de linha High Country e as demais versões, numa ação inédita na linha para reforçar o aspecto de exclusividade.

Na Nova S10 High Country, a grade é preta e traz o nome Chevrolet em alto relevo na barra central. A tradicional gravatinha dourada, emblema da marca, saiu do centro e está no canto esquerdo da grade. Todo o conjunto harmoniza com os faróis com LED e o novo para-choque, que traz um aplique central em cor diferenciada e nova moldura na parte inferior, que foi projetada para melhorar o ângulo de ataque, que passou de 27 para 29 graus. O conjunto de faróis auxiliares também mudou, comas lues em posição mais elevada, melhorando a iluminação.

Outra mudança aparece nas novas rodas esportivas de aro 18, que combinam bordas usinadas com o centro e os raios pintados em preto brilhante. Na traseira, a principal novidade é o amortecedor da tampa da caçamba, que tem abertura mais suave e progressiva. O item é oferecido como acessório e pode ser instalado em todas as versões da caminhonete.

PARA MAIS TEST DRIVE CLIQUE AQUI

Frenagem autônoma – Com relação à segurança, a S10 High ficou mais rígida graças à aplicação de reforços estruturais na carroceria, dando maior proteção aos ocupantes. Com a mudança, a estrutura da picape ficou até 20% mais resistente em caso de impacto frontal, por exemplo.

Além de manter equipamentos como o alerta de saída de faixa e o controle eletrônico avançado de estabilidade e tração, a S10 conta agora com um sistema de frenagem autônoma de emergência, que para a picape automaticamente ao identificar uma situação de risco envolvendo o veículo à frente ou um pedestre que esteja cruzando a dianteira.

O recurso funciona entre 8 e 80 km/h e entra em ação quando detecta que o motorista está distraído e a uma câmera especial constata que o veículo logo à frente realizou uma manobra abrupta.

Sem mudanças no preço – Seguindo a mesma estratégia comercial adotada no lançamento da nova geração do Onix, a Chevrolet manteve o mesmo preço que praticava na linha 2020 para os modelos 2021, mesmo oferecendo todo o novo pacote de mudanças.

Assim, o preço da versão topo de linha da picape S10 High Country, com motor diesel 2.8, transmissão automática de seis velocidades e tração 4×4, segue sendo de R$ 213.290 mil. ©Joaquim Rimoli | AutoMotori 2020, com informações da GM do Brasil.

VEJA TAMBÉM

GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD EXPLICA TUDO SOBRE CLIMATÉRIO

FISK DA RUA DO RETIRO: SAIBA O QUE SÃO QUESTIONS WORDS. CLIQUE AQUI

OS 103 ANOS DA ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI