24, abril , 2019
Home Negócios SEGUNDO TRIMESTRE deverá ter corrida ao PAT Jundiaí

SEGUNDO TRIMESTRE deverá ter corrida ao PAT Jundiaí

SEGUNDO TRIMESTRE

Comparando janeiro deste ano ao de 2018, o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Jundiaí gerou menos vagas. Em compensação, mais pessoas conseguiram emprego no último mês. A expectativa é de que o PAT seja ainda mais procurado a partir do segundo trimestre deste ano.

O Jundiaí Agora entrevistou o diretor de Fomento ao Comércio e Serviços da Prefeitura de Jundiaí, Júlio César Durante, que fez uma análise dos números relativos à geração de vagas de emprego na cidade:

Quantas vagas de emprego foram disponibilizadas pelo PAT em janeiro deste ano?

Foram 247 no total

E em janeiro do ano passado?

371. Mas é importante destacar que a oferta de vagas sofre uma variação sazonal que é comum, especialmente nos primeiros meses do ano.

Quantas foram preenchidas nestes meses?

Em janeiro do ano passado, 51 vagas preenchidas. Já no mês passado, 101.

Quais os setores que mais requisitaram vagas nestes meses?

Em janeiro de 2018, o setor de Serviços(logística, segurança, limpeza, home care), foi responsável por 80% dos pedidos. O comércio, necessitando de atendentes e fiscais de loja, veio logo em seguida, com 16%. A indústria, principalmente os setores de injeção de plástico e manutenção eletromecânica, 3%. O segmento de empregos domésticos ficou com 1%

E janeiro deste ano?

Novamente tivemos o setor de serviços liderando os pedidos de trabalhadores no PAT de Jundiaí, com 90% das requisições. O comércio, no mês passado, ficou com o segundo lugar(5%), procurando atendentes e auxiliares de estoque.  A indústria empatou com o comércio. Desta vez necessitava mais de funcionários para o setor administrativo, mecânicos de manutenção e auxiliares de produção.

Quais as profissões que mais preencheram vagas em janeiro de 2018?

Em Serviços, logística e limpeza; no comércio, atendentes de supermercado e na indústria, funcionários para departamentos administrativos.

E em janeiro passado?

Serviços, com funcionários para logística, cozinha e limpeza, manutenção e mecânico de refrigeração. No comércio, repositores de mercadoria, padeiros e açougueiros. A indústria contratou muitos mecânicos de manutenção

Quantas pessoas procuraram o PAT em janeiro de 2019?

4.039…

LEIA TAMBÉM

HOJE: COMÉRCIO ABERTO ATÉ 18 HORAS COM DIREITO A EXPRESSO DA ALEGRIA

E em janeiro de 2018?

4.867.

Quais expectativas a curto, médio e longo prazo?

Com a mudança de Governo Federal, a expectativa de empresários e consumidores é muito positiva, o que reflete também na cidade.

Empresas devem contratar mais?

Há uma forte expectativa sobre um aumento razoável da oferta de empregos a partir do segundo trimestre deste ano.

Quais segmentos deverão procurar mais mão de obra nos próximos meses?

Acreditamos que bens de consumo, manufaturados e construção civil.

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA!!!

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.