26, março , 2019
Home Jundiaí e Região SENSAÇÃO de não pertencer a lugar nenhum ronda Paula, nos EUA

SENSAÇÃO de não pertencer a lugar nenhum ronda Paula, nos EUA

SENSAÇÃO

Nascida em São Paulo, a advogada Paula Adriani Mohrle morou em Jundiaí por 25 anos. Hoje vive hoje em Miami, nos Estados Unidos, com a família. Ao ser questionada sobre viver longe do Brasil, Paula diz que as vezes se sente uma estranha no ninho, com uma sensação de não pertencer a lugar nenhum. A entrevista:

Onde você morou em Jundiaí?

Sempre vivi na vila Municipal. Estudei no Divino Salvador. Depois fiz o curso de Direito na Unianchieta, onde me formei em 1997.

Chegou a trabalhar aqui?

Trabalhei como advogada em Jundiaí por três anos, tendo escritório próprio na rua do Rosário. Após esse período, tive a oportunidade de morar nos Estados Unidos pela primeira vez, em 2001.

Você é casada? Tem filhos?

Sim! Sou casada com Oseas Santos e tenho dois filhos, Isabela de 14 anos e Vitor de 19 anos, ambos brasileiros.

Ainda tem família em Jundiaí?

Toda minha família mora na cidade. Visito pai, mãe, irmãos, sobrinhos, tia e primos uma vez por ano…

Sente falta de algo?

Sinto menos falta do ritmo da cidade de Jundiaí. Aqui nos EUA e bem diferente com relação ao trânsito e ao comportamento das pessoas. O trânsito é mais organizado e tudo é elaborado de uma forma inteligente. As pessoas se respeitam mais. Aliás, o respeito entre as pessoas faz do país uma grande nação!

Onde mora?

Estamos morando em Coral Gables no Estado da Flórida, cidade ligada a Miami. Meu marido recebeu uma proposta de trabalho e viemos para cá em 2017.

Você se adaptou facilmente?

A minha adaptação pela primeira vez foi bem difícil. Vim para os EUA pela primeira vez sem falar o inglês e o meu filho Vitor tinha apenas 1 ano de idade. Moramos no Estado do Arkansas, centro oeste dos EUA. Por já ter morado nos EUA uma vez, a minha adaptação na Florida foi bem mais tranquila. Não senti o choque cultural que tive antes e o conhecimento da língua me ajudou muito.

Tem alguma curiosidade para contar?

O mais curioso que presenciei aqui foi com relação ao comportamento das pessoas. Os americanos não se beijam no rosto quando se cumprimentam, o que para o brasileiro e muito normal. Eles não têm muito contato corporal, no máximo um aperto de mão.

Os furacões e tornados são frequentes no Estado onde você vive…

O clima aqui na Florida é bem parecido com o Norte do Brasil, quente e úmido. Mas o que diferencia muito do Brasil e a ocorrência de grandes tempestades tropicais e ocorrência de Tornados e furacões. Em setembro de 2017, o furacão Irma atingiu o Estado da Florida e tivemos que evacuar. O sistema de monitoramento do clima aqui nos EUA é muito avançado. Esse sistema acompanha a formação dos furacões desde o litoral da Africa e diversos modelos podem prever com certa acuracidade a potencial trajetória e se/quando fenômeno pode impactar a região onde vivemos. Assim, temos tempo para nos programarmos e nos desviarmos dele. A temporada de furacões e extensa e sempre começa no dia 01 de junho e vai até 30 de novembro.

Sente saudade?

Confesso que as vezes me sinto fora do ninho morando aqui. A sensação e de não pertencer mais a lugar nenhum. Mas ainda não tive vontade de retornar para o Brasil.

Há preconceito?

Aqui em Miami, 75% da população e latino americana, ou seja, somos maioria e não sofremos preconceito com relação a raca de forma alguma. Já no Estado do Arkansas, predomina a raça branca e senti bastante preconceito por ser brasileira.

Tem a preocupação de acompanhar os fatos ocorridos no Brasil ou deixou tudo pra lá…

Tenho acompanhado as noticias do Brasil pela Globo Internacional e confesso que, com todo esse esquema gigante de corrupção em nosso pais e outros recentes acontecimentos como as tragedias de Mariana e Brumadinho, me fizeram sentir vergonha de ser brasileira.

E sente orgulho de algo?

Sinto muito orgulho quando vejo jovens humildes vindo para cá para estudarem nas melhores Universidades americanas por mérito e esforços próprios.

Você fala com frequência que é brasileira?

Na verdade, sempre digo que sou brasileira e eles me perguntam, de que parte do Brasil: e respondo São Paulo apenas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tem algo que não goste daí?

O que menos gosto aqui é a comida. De fato, isso me incomoda muito. Aqui ainda imperam as grandes redes de fast food (comida rápida). Mas a mentalidade das pessoas esta mudando. Acredito que a nova geração esta apostando no conceito de comida mais saudável e abandonando o fast food. Temos alguns restaurantes que seguem a linha mais saudável como Chipotle, Pollo Tropical, Diced, Ceviche, mas ainda não é o suficiente. Então, procuro preparar a minha comida em casa.

E o que mais gosta?

O que mais gosto daqui e o respeito que as pessoas têm umas pelas outras e o sistema como um todo. Tudo funciona e as leis são severas e cumpridas.

Um dia seremos igual aos Estados Unidos em termos de desenvolvimento?

Eu acho que o Brasil esta muito longe de chegar ao nível dos EUA. A união das pessoas aqui em prol do país impressiona. Tudo e levado muito a serio, principalmente a educação das crianças. A minha filha estuda em escola publica muito bem conceituada e equivalente a uma escola particular no Brasil. Os livros são oferecidos pelo governo bem como algumas refeiçoes.

O que faz aí? Trabalha?

Atualmente estou aqui como dona de casa e full time mother (mãe o dia todo).

Costuma encontrar brasileiros? 

Já encontrei brasileiros por aqui sim, mas nenhum vindo de Jundiaí

Pensa em voltar?

Não pretendo agora para o Brasil.

Existe alguma coisa que Jundiaí poderia importar dos EUA?

Jundiaí poderia importar o sistema inteligente de transito daqui que, apesar de Miami ser uma metrópole, o transito flui muito bem.

MAIS JUNDIAIENSES PELO MUNDO

PROMESSA DE UM FUTURO MELHOR. ASSIM ANDRÉ VÊ JUNDIAÍ LÁ DOS EUA

 

LIBERDADE E TOLERÂNCIA, COISAS QUE CAMILA ADORA NA ALEMANHA

 

ESTELAMARIS AFIRMA QUE IMIGRAÇÃO É O TENDÃO DE AQUILES DA EUROPA

 

O MUNDO ANGLO-SAXÃO AGRADA FRANK MARTINS

 

PARA JORNALISTA ROSELI, JUNDIAÍ JÁ TEM TUDO O QUE PRECISA

 

ELIANE NÃO VOLTARIA AO BRASIL NEM SE FOSSE PAGA EM OURO

 

A SAUDADE DOS FILHOS QUASE FEZ DÉBORA DEIXAR O CANADÁ

 

NA IRLANDA, PÂMELA FOI XINGADA, QUASE AGREDIDA MAS RECEBEU CARINHO TAMBÉM

 

NOS ESTADOS UNIDOS, WILNA TEM ORGULHO DE DIZER QUE É BRASILEIRA

 

GUIRAO, DO BAIRRO SANTA GERTRUDES, SE ELEGEU VEREADOR EM UMUARAMA

 

PARA DANILO, O BRASIL NÃO DEVE QUER SER PARECIDO COM OS EUA

 

KÁTIA ESTÁ DEIXANDO AS AMERICANAS MAIS BONITAS

 

COMO UM BANDEIRANTE, EUCLIDES DESBRAVOU NIQUELÂNDIA(GO)

 

PARA RAFAELA, JUNDIAÍ AGORA É UMA CIDADE PARA OS FINAIS DE SEMANA

 

O DESEMPREGO LEVOU CAROLINA E O MARIDO PARA A IRLANDA

 

RENATA RECARREGA AS BATERIAS AO VIR DA ITÁLIA PARA O BRASIL

 

A PEDAGOGA GISELE ESTRANHOU A NOVA VIDA EM SANTOS

 

URU É MENOR DO QUE MUITOS BAIRROS DE JUNDIAÍ. E MARIA NÃO A TROCA POR NADA

 

NO JAPÃO, MURATA TEM VERGONHA DOS ESCÂNDALOS POLÍTICOS DO BRASIL

 

SANDRA NA ALEMANHA: PREFIRO O FRIO, A SEGURANÇA, A EDUCAÇÃO E O RESPEITO

 

AS SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS ENTRE O BRASIL E O MÉXICO, SEGUNDO CRISTIANE

 

NO RIO, EX-JUIZ VAI PARA O SEGUNDO TURNO

 

CANSADA DA VIOLÊNCIA E CORRUPÇÃO, ANA PAULA FOI PARA A AUSTRÁLIA

 

EX-SECRETÁRIA DE DILMA ESTÁ FORA DAS ELEIÇÕES DESTE ANO

 

DA ITÁLIA, FABIOLA NÃO VÊ ELEITOR BRASILEIRO CONSCIENTE

 

A DOUTORA QUE É TERRÍVEL CONTRA OS INSETOS

 

GENIVAL, O GUERREIRO JUNDIAIENSE QUE LUTA PELO TIO SAM


APROVEITE E ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA! CLIQUE AQUI

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.