TATURANAS infestam duas árvores em plena vila Arens

TATURANAS

Duas árvores em frente à casa 88 da rua Regente Feijó, em plena vila Arens, estão infestadas de taturanas. Ninguém mora na residência atualmente. A Prefeitura informou que enviará uma equipe ao local já que recebeu outras reclamações. Algumas taturanas são perigosas. O contato com elas pode causar queimaduras e até a morte.

Os insetos da rua Regente Feijó são negros e tem a cabeça avermelhada. Eles se concentram em alguns pontos das árvores formando grandes manchas. Taturanas desgarradas andam pela calçada e paredes próximas das árvores.

Segundo a Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), da Prefeitura de Jundiaí,  não existe lei que regule a aplicação de inseticidas para controlar qualquer tipo de inseto ou praga em áreas urbanas. Este procedimento está descartado, portanto, nas duas árvores da vila Arens.

Em áreas urbanas, apenas em locais particulares, somente empresas de controle de pragas (dedetizadoras) podem aplicar inseticidas.  Como medida preventiva, uma equipe de poda irá ao local.

Os técnicos da Unidade decidirão se as taturanas devem ser retiradas ou se podem ficar nas árvores até o fim deste ciclo de vida delas. Depois, se transformarão em borboletas ou mariposas.
Existem duas reclamações feitas por moradores no 156 sobre o local, ambos recentes. Uma das solicitações, inclusive, foi registrada no último dia 22.