TRÊS DICAS para você escolher um bom curso a distância

TRÊS DICAS

A Educação a Distância (EAD) está em evidência neste ano, por causa da suspensão das aulas presenciais em todo o país. Contudo, as matrículas em cursos EAD apresentam crescimento a cada ano, desde 2010, quando o número de matrículas na modalidade a distância saltou de 930 mil para mais de dois milhões, de acordo com o último Censo da Educação Superior (2018). Por isto preparamos três dicas para você escolher um bom curso.

Um curso EAD é aquele cujas aulas são ofertadas em ambiente on-line, em que o contato com professores e coordenadores é feito por plataforma virtual. Em alguns casos, no EAD semipresencial, as provas, exames e estágios são realizados presencialmente, e a frequência desses encontros presenciais varia de acordo com o curso, podendo ser mensal ou semestral.

Entre as vantagens do ensino a distância estão a flexibilidade e economia de tempo com deslocamentos. As mensalidades também são mais baratas, visto que a instituição não tem tantos custos como no curso presencial. Um curso EAD oferece diversas possibilidades como o ensino técnico, graduação, pós-graduação e cursos livres.

Formada em pedagogia a distância, a professora Miriam dos Santos Lopes, 37, optou pela modalidade EAD para conseguir conciliar as demandas de trabalho, do lar e os cuidados com o filho pequeno. Assim, ela pôde estudar e, ao mesmo tempo, estar próximo da família. Ela confessa que um dos seus receios com a formação on-line foi algum tipo de preconceito com o seu diploma, o que não aconteceu, como ela esclarece. “Pensava que ninguém ia querer me contratar porque minha formação era EAD, mas bastou pegar meu diploma para que muitas portas se abrissem na minha área”.

Como escolher a faculdade EAD – Se você já sabe qual tipo de curso superior quer fazer (tecnológico, bacharelado, licenciatura, especialização ou pós-graduação), o próximo passo é escolher a faculdade que oferta o curso na modalidade EAD. Tal escolha precisa ser muita bem avaliada. As três dicas:

1. Pesquise sobre o curso – Antes de matricular-se, conheça o conteúdo programático do curso. Verifique as matérias propostas e o que cada uma delas vai abordar durante o curso. Pesquise, também, sobre o corpo docente e, se possível, a quantidade de professores e suas especialidades. Nesse processo de pesquisa, é importante conhecer o polo presencial da instituição no EAD na sua cidade.

2. Avalie o material didático – As aulas EAD não requerem a presença do aluno todos os dias na sala de aula. Assim, cada aluno pode fazer seu horário de estudo em casa. Por isso, é fundamental que o conteúdo ofertado pela faculdade seja qualificado.

Busque conhecer o ambiente virtual de aprendizagem (AVA) da instituição, pois é essa plataforma que vai gerenciar a rotina do aluno no caminho até o diploma. O AVA deve ser funcional, organizado e incentivar os estudos.

3. Confirme o credenciamento no MEC – É muito importante que o curso o qual pretende iniciar os estudos seja credenciado pelo Ministério da Educação (MEC), pois será a gratia do reconhecimento do diploma ao final do curso. O credenciamento, ainda, fornece segurança sobre o conteúdo do curso. Para saber se a faculdade está ou não vinculada ao MEC, basta fazer uma consulta on-line, digitando os dados da instituição no site http://emec.mec.gov.br/. Fonte: Agência Educa Mais Brasil

VEJA TAMBÉM

EXAMES DE ROTINA: GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD EXPLICA COMO VOCÊ DEVE AGIR DURANTE A PANDEMIA. CLIQUE AQUI E VEJA VÍDEO

OS 103 ANOS DA ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA

NA FISK DA RUA DO RETIRO TEM CURSO DE LOGÍSTICA

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI