24, abril , 2019
Home Opinião Vivências de e com IDOSOS

Vivências de e com IDOSOS

Diferenciadas as vivências de e com idosos, embora exista sempre um ponto em comum. As vivências dos idosos dependem do que existe ao redor, ou seja, a forma com que são acolhidos e aquilo que representam para quem convive ou se depara com eles.

Cada um possui a sua história e ignorar aquilo que um idoso, quando mais jovem representou na vida de sua família ou da comunidade, é perverso. Vivemos um tempo entre dois polos: utilidade e descarte. Infelizmente, em inúmeras situações também é assim, ao não servir mais, rejeita-se, ignora-se ou os cuidados são transferidos. Os laços, alimentados pelo idoso, ao longo das décadas, ao perceberem rompidos, mesmo que silenciem os gritos de dores, sem dúvida provocam uma erosão interior que sangra.

Em meio a outros fatos, percebe-se, por exemplo, no corre-corre do cotidiano, a irritação ao se ter os passos acelerados interrompidos por alguém com maior dificuldade de equilíbrio. O idoso detém fatos para contar – muitas vezes repetidos -, conclusões com sabedoria para partilhar, esquecimentos que sinalizam que o tempo se esvai – para ele, para mim e para você -, e necessidades que supriu para os filhos em sua infância. O idoso desconhecido, com quem se esbarra nas ruas e em outros locais, faz parte da construção de sua terra. Embora os ossos, a visão, a memória, a audição, os movimentos possam estar enfraquecidos, o coração continua batendo e a alma, que Deus soprou, permanece acesa e nela reflete as trevas dos que os desrespeitam. Tornam-se tatuagens sinistras.

Diante de um idoso, mais próximo ou anônimo, qual será a marca que deixamos? Damos a vez, sorrimos, somos pacientes, desconsideramos ou rangemos os dentes?

Vivências com idosos são intensas e fantásticas, quando alimentadas pela fé em Deus, ternura e gratidão. Um se torna cuidador do outro. O mais jovem com suas possibilidades físicas e de lucidez e o mais idoso com sua experiência de vida. Para isso, no entanto, é preciso, ao longo dos dias, desde a infância, a prática da renúncia.

OUTROS ARTIGOS DE MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

VIVÊNCIAS DE BUSCA

VIVÊNCIAS DE ETERNIDADE

VIVÊNCIAS NOS TRILHOS

VIVÊNCIAS DE NATAL COM MARIA

VIVÊNCIAS DE FÉ E FOME

VIVÊNCIAS DE CORAGEM

VIVÊNCIAS DO ENTENDIMENTO

Quem exigiu ser mimado por seu entorno e se sente como o centro do universo, motivo de aplausos, com direitos sempre e dever algum que lhe retarde a caminhada e os prazeres, desconhecerá, agora, o quanto a coexistência com os idosos oferece um sentido profundo para a existência humana, mas experimentará mais tarde, infelizmente, na amargura, a realidade dos anciãos que desprezou. (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)


MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

Com formação em Letras, professora, escreve crônicas, há 40 anos, em diversos meios de comunicação de Jundiaí e, também, em Portugal. Atua junto a populações em situação de risco.

 

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.