O músico Felipe Antunes, da banda Vitrola Sintética, se apresenta na quinta-feira, dia 15 de junho, às 19 horas, no Sesc Jundiaí. No show, inédito na cidade, ele estará acompanhado da cantora Ná Ozzetti, uma das vozes mais importantes da música brasileira. O espetáculo apresenta canções de seu primeiro disco solo, “Lâmina”, lançado em 2016 e eleito o 60º melhor álbum do ano segundo o Prêmio Melhores da Música Brasileira.

O trabalho explora gêneros como o samba, o rock e até a música caipira. No palco, ele é acompanhado por Meno del Picchia (baixo), Marcelo Castilha (piano), Kezo Nogueira (bateria) e Leonardo Mendes (violões e guitarra). Com Ná, Felipe vai repetir o dueto registrado em disco, na faixa “Esse Moço”, e em canções inéditas, como “Epidemia”, cuja letra dialoga fortemente com os recentes acontecimentos políticos, especialmente as eleições de Donald Trump nos Estados Unidos, o Brexit na Inglaterra e a ascensão de “não políticos” no Brasil.

Os ingressos já estão à venda pela internet e na bilheteria da unidade. Os valores variam de R$ 6,00 (credencial plena) a R$ 20,00 (inteira).

Sobre “Lâmina” – Gravado no estúdio Submarino Fantástico, em São Paulo, entre junho de 2015 e março de 2016, “Lâmina” apresenta 12 canções inéditas do músico paulistano, que no ano passado foi indicado, junto com o Vitrola, ao Grammy Latino de 2015 nas categorias Melhor Artista Novo e Melhor Engenharia de Som. A capa traz uma imagem do premiado fotógrafo espanhol Chema Madoz.

VEJA TAMBÉM

BELEZA DE ANIMAIS SILVESTRES EM EXPOSIÇÃO NO GABINETE DE LEITURA

BALLET STAGIUM VAI SE APRESENTAR NO SESC JUNDIAÍ

Felipe Antunes, 33, é músico, compositor e vocalista da banda Vitrola Sintética. Ao lado de Otávio Carvalho (baixo e programações) e Rodrigo Fuji (guitarra e piano), o grupo lançou em 2015 seu terceiro disco, “Sintético”, que levou o trio a ser indicado em 2 categorias gerais do Grammy Latino: Melhor Artista Revelação e Melhor Engenharia de Gravação.

Duas canções de autoria de Felipe Antunes foram destaques em 2015. O prêmio Melhores da Música Brasileira elegeu “Sintético” o 34º melhor álbum de 2015 e a canção “Faz Um Tempo, a 2ª melhor do ano; o programa “Ouve Essa”, apresentado pelo crítico Ricardo Alexandre na Rádio 89FM, escolheu a música “Duvido Não Depois” como a 2ª melhor canção nacional do ano passado.