POLÍCIA FEDERAL vai às compras: A história da foto!!!

polícia federal vai às compras

Os anos 90 foram marcados, entre outras coisas, pela luta dos governos contra a inflação que chegou a bater 230% ao ano. Sucessor de Tancredo Neves, o presidente. José Sarney implementou o chamado Plano Cruzado, que ficou assim conhecido por lançar uma nova moeda o “Cruzado” e que consistiu no congelamento dos preços de produtos e serviços. Houve uma grande adesão da população que se dispôs a fiscalizar os preços praticados no comércio principalmente nos supermercados, estas pessoas ficaram conhecidas como “Fiscais do Sarney”. Uma das formas mais comuns de atuação destes “fiscais” era ligar para a polícia ou para a imprensa e denunciar o aumento de mercadorias ou a falta delas. E, em meio a este cenário, a Polícia Federal vai às compras para defender o plano.

Numa das muitas denúncias recebidas fui pautado para acompanhar Polícia Federal numa blitz em um grande mercado em São Paulo. Fiquei caminhando ao lado dos policiais que olhavam tudo, verificavam preços e faziam perguntas aos consumidores sobre a possível falta de produtos.

Um dos agentes pegou um carrinho e começou a colocar vários produtos nele. Notei que ele se comportava como um consumidor qualquer, achei interessante e fiz a foto. Afinal, não é sempre que se vê tal cena: a Polícia Federal vai às compras!!!

Muitas pessoas hoje não se preocupam com a inflação como se ela fosse coisa do passado. No entanto, foi responsável por um enorme aumento de concentração de renda e portanto de empobrecimento da população mais vulnerável.

Toda vez que olho para esta foto me lembro de como cenas assim se repetem em muitas economias atualmente que também adotam o congelamento de preços como solução. Não sou economista para opinar sobre planos econômicos, mas como fotógrafo sempre acabo por registrar momentos da nossa história que devem sempre servir de lembrete para refletirmos sobre o que fazer no presente. Esta é uma das funções da imprensa e a fotografia é uma grande aliada neste processo.

ARI VICENTINI

Repórter-fotográfico desde 1989, com passagens pelo Estadão e Jornal da Tarde. Foi fotógrafo e editor de fotografia do Diário Lance, atualmente é professor de Fotojornalismo na Faculdade Cásper Libero. É jundiaiense.

VEJA TAMBÉM:

CONFLITOS DE GERAÇÕES: ASSISTA AO VÍDEO DA GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD

ACESSE FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI