19, fevereiro , 2019
Home Opinião Vivências com o PAPA FRANCISCO
PAPA FRANCISCO

Vivências com o PAPA FRANCISCO

As vivências com o Papa Francisco se dão de inúmeras formas e, no final da semana passada, aconteceram na Jornada Mundial da Juventude(JMJ), um evento lindo da Igreja, instituído por São João Paulo II em 1985.

Enquanto acompanhava as falas do Papa no Panamá, sede da JMJ neste ano, especialmente aos jovens reclusos no Centro Correcional de Menores de Las Garças de Pacora, durante a liturgia penitencial, recordava-me do empobrecido com quem estivera na véspera.

Aliás, cabe uma interrupção na sequência deste texto: gostei demais da liturgia penitencial naquela prisão que, segundo o diretor interino da sala de imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisotti, acontecia pela primeira vez em uma jornada da juventude. Considero impossível a reconstrução de uma pessoa, por mais eficaz que sejam os caminhos do empoderamento, se não houver um olhar sobre si, o arrepender-se, pedir perdão a Deus e se perdoar.

Retorno ao empobrecido. Conheço-o há uns vinte anos. Sempre de bom humor, jamais o vi em atitude agressiva. Olha carros na feira, bate em algumas casas pedindo um troco, não se importa com a vestimenta. Desconheço se possui família e um local para morar. Com certa frequência me deparo com ele cheirando cola. Dizem, no entanto, que usa cocaína da mesma forma e que se abriga, em algumas noites, no meio de umas árvores de eucalipto.

Divertido ele: tocou a campainha, certa vez, aqui de casa em dois dias seguidos. A mamãe o atendeu. No primeiro, ofereceu uma ajuda. No segundo, da janela, deu uma bronca por voltar em período tão próximo. Respondeu a ela: “Entendi, vó, a aposentadoria ainda não saiu”.  E se distanciou rindo.

Questionava-me o fato de, embora não se interesse por banho, o cabelo sempre muito bem cortado.

OUTROS ARTIGOS DE MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

VIVÊNCIAS DO BEM E DO MAL

VIVÊNCIAS DE E COM IDOSOS

VIVÊNCIAS DE BUSCA

VIVÊNCIAS DE ETERNIDADE

VIVÊNCIAS NOS TRILHOS

Em sua homilia, o Papa comenta que Jesus quebra a lógica que separa, exclui, isola e divide e que cada um de nós é muito mais do que os rótulos que nos dão. E, em outra homilia, na Via-Sacra, o Papa diz que Jesus “caminha e sofre em tantos rostos que padecem a indiferença satisfeita e anestesiante da nossa sociedade que consome e se consome, que ignora e se ignora na dor dos seus irmãos”.  Conclui com um pedido a Deus: “Pai, como Maria, queremos aprender a ‘estar’. Ensinai-nos, Senhor, a estar ao pé da cruz, ao pé das cruzes…”

No dia em que estive com o empobrecido, acabei lhe perguntando por que o cabelo a toda hora cortado. Uma paixão? Respondeu-me que, onde corta o cabelo – creio que em algum projeto social -, massageiam sua cabeça e que esse toque carinhoso o faz lembrar-se do colo de sua mãe.

Como pediu o Papa Francisco, peço também: “Pai, ensina-me a estar ao pé da cruz, ao pé das cruzes!” – Foto: Juanca Guzman Negrini/Gov.Perú/Fotos Públicas


MARIA CRISTINA CASTILHO DE ANDRADE

Com formação em Letras, professora, escreve crônicas, há 40 anos, em diversos meios de comunicação de Jundiaí e, também, em Portugal. Atua junto a populações em situação de risco.

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.

  • Termos e condições para publicação de comentários de leitores

    O presente termo tem como objetivo informar as condições para a publicação de comentários em murais e matérias jornalísticas no site Jundiaí Agora, na forma que se passa a expor:

    É vetada a publicação de comentários que:

    • sejam falsos ou infundados;
    • invadam a privacidade de terceiros ou manifestamente os prejudique;
    • promovam racismo contra grupos de minorias ou qualquer forma de fanatismo político ou religioso, discriminando grupos de pessoas ou etnias;
    • violem direitos de terceiros, tais como direitos de propriedade intelectual;
    • tenham conotação publicitária, promocional ou de propaganda, ou, ainda, que demonstrem preferência por alguma empresa ou marca(banners publicitários, vendas on-line, etc);
    • promovam discriminação de qualquer natureza;
    • incitem à violência;
    • explorem medo ou superstição;
    • se aproveitem da deficiência de julgamento e inexperiência das crianças;
    • desrespeitem valores ambientais;
    • apresentem linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica;
    • promovam “correntes” ou “pirâmides” de qualquer espécie;
    • violem a legislação pátria.
    • calúnia, difamação, injúria, ofensa, perturbação da tranquilidade alheia, perseguição, ameaça ou violação de direitos de terceiros;
    • propaganda política para candidatos(partidos ou coligações) e propaganda de seus órgãos ou representantes;
    • páginas e arquivos criptografados/ protegidos por senhas;
    • programas/arquivos que contenham vírus ou qualquer outro código que ponha em risco arquivos;
    • programas ou componentes de computador de usuários que venham a acessar a página do Jundiaí Agora;
    • Todo tipo de pirataria, inclusive de software;
    • O usuário não poderá utilizar-se dos serviços do site desviando a finalidade dele para cometer qualquer atividade ilícita.

    A Rapha.com reserva-se o direito de despublicar (retirar do site) os comentários que não atendam aos padrões sociais, culturais e éticos que regem a matéria.

    Fica estabelecido que o autor do comentário é inteiramente responsável pelo conteúdo nessa havido, quer perante a Rapha.com, quer perante terceiros.

    As opiniões expostas nos comentários não representam as opiniões da Rapha.com/Jundiaí Agora.

    A Rapha.com não se responsabiliza por qualquer dano advindo dos comentários publicados.
    Os usuários do site Jundiaí Agora concordam com as regras contidas neste termo, e desde já autorizam a sua publicação, inclusive nas redes sociais, estando cientes, ainda, que os comentários poderão ser indexados em buscadores nacionais e internacionais, assim como os conteúdos a que estão vinculados.