VIGORELLI: Relembre este orgulho de Jundiaí em 11 fotos

VIGORELLI

Os mais jovens nem imaginam que o terreno onde hoje funciona um shopping na avenida Nove de Julho foi, um dia, uma das fábricas mais importantes do Brasil. Ali, no morro da Bela Vista, erguia-se a Vigorelli, conhecida pela produção de máquinas de costura, que funcionou exatos 30 anos, de 1954 a 1984. Em 11 fotos, hoje você vai relembrar a Vigorelli, que empregou centenas e centenas de pessoas.

A Vigorelli foi fundada pelo italiano Giuseppe Franco. Nos últimos anos, antes do fechamento, fabricou barcos, armas que os especialistas diziam ser de péssima qualidade e até caixão para defunto. Nos áureos tempos, a empresa tinha hotel na rua Pereira de Arruda, entre a avenida Nove de Julho e a rua Bela Vista. E também possuia até fazenda na Serra do Japi.

Vinte e cinco ano depois do fechamento, em 2011, finalmente o ex-trabalhadores da extinta Vigorelli conseguiram receber seus direitos trabalhistas. Muitos já tinham morrido. Deixaram o dinheiro para familiares como herança. Cerca de 1.500 ex-funcionários vivos e 200 famílias de trabalhadores já falecidos repartiram R$ 5 milhões. Chegava ao fim mais uma história de orgulho e tristeza para muitos jundiaienses.

Acima peça de uma campanha publicitária. A Vigorelli estava em Jundiaí. Mas era do Brasil. Literalmente. Poucas casas não tinham as máquinas de costuras por ela fabricadas.

Uma foto histórica por dois motivos: em 1975, a imagem mostra a construção da avenida Nove de Julho. Ao fundo, a Vigorelli no seu esplendor. Novos caminhos sendo abertos na cidade e, 11 anos depois, o da fábrica seria fechado de vez…

Sabe a Regina Duarte, a atriz que foi ministra no governo Bolsonaro? Em 1970 ela fazia novela e era conhecida como ‘namoradinha do Brasil’. Era garota-propaganda da Vigorelli e até visitou a fábrica em Jundiaí. Na foto, Regina com o então diretor da fábrica, Mário Franco, e a funcionária Neuza Chinaqui Spindorin.

Mais uma peça publicitária, uma bela foto aérea moldada pelo ‘V’, de Vigorelli. Esta imagem dá a noção exata do tamanho da empresa no alto da Bela Vista.

Os galpões cheios de equipamentos…

… A casa de máquinas(Foto: Gabriela Furlan)

A ponte rolante, sempre transportando peças pesadas

PARA MAIS JUNDIAÍ DE ANTIGAMENTE CLIQUE AQUI

Mais uma panorâmica de galpão cheio de máquinas que diferentemente de hoje em dia, precisavam de seres humanos para serem operadas

VEJA TAMBÉM

EXAMES DE ROTINA: GINECOLOGISTA LUCIANE WOOD EXPLICA COMO VOCÊ DEVE AGIR DURANTE A PANDEMIA. CLIQUE AQUI E VEJA VÍDEO

OS 103 ANOS DA ESCOLA PROFESSOR LUIZ ROSA

NA FISK DA RUA DO RETIRO TEM CURSO DE LOGÍSTICA

ACESSE O FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI