Oito fotos para relembrar as sete décadas da AVENIDA JUNDIAÍ

AVENIDA JUNDIAÍ

A avenida Jundiaí é uma das mais importantes e bonitas da cidade. Ela liga o centro da cidade até a via Anhanguera, cortando o bairro do Anhangabaú. Bom lembrar que nos anos 50, quando a avenida foi inaugurada, a rodovia dos Bandeirantes não existia.

Em tupi, o nome do bairro significara ‘águas maléficas’. A tradição oral afirma que a região teria abrigado um cemitério. Devido à distância do centro, pessoas que tinham morrido de doenças contagiosas eram ali enterradas.

A avenida Jundiaí em 1952 nem asfaltada era. Olhe ao fundo a poeira levantada pelos carrões…

No século 19, o que é hoje o Anhangabaú começou a ser loteado. Na década de 40, a via Anhanguera foi inaugurada. Pouco tempo depois, a avenida Jundiaí era construída, assim como o ginásio de esportes Dr. Nicolino de Lucca, o Bolão. A partir daí, o bairro não parou mais de crescer.

Nas últimas décadas, a avenida Jundiaí – que é predominantemente comercial – recebeu alguns estabelecimentos que jamais serão esquecidos. A foto acima, feita em 1967 e publicada na Revista Manchete, mostra a avenida Jundiaí. Nesta época, a Nove de Julho não passava de um projeto.

Voltando aos lugares inesquecíveis: o Hospital Geral(acima), que também era conhecido por Hospital e Maternidade Jundiaí. Nele nasceram milhares de jundiaienses e moradores da região. A foto foi tirada nos anos 60 por Wagner Alves da Cruz.

No outro extremo, pertinho da Anhanguera, funcionou o Restaurante ‘Mil e Uma Noites’. A foto, de Janczur, foi tirada em 1953. Depois, virou ‘Balaio’ e encerrou as atividades, na década de 80, como Restaurante Crivelaro.

A foto acima mostra um lugar que os jundiaienses na faixa dos 50 anos não esquecerão jamais: a Blue Lake. A danceteria era sinônimo de diversão e sofisticação para uma cidade que carecia de entretenimento nos anos 80. E quem não conseguia entrar, ficava do lado de fora observando o movimento dos felizardos. Muitos namoros começaram dentro e fora desta casa noturna.

Já no início do século 21, o comecinho da avenida Jundiaí era um verdadeiro mercado. Quiosques de todos os tipos tomavam conta da paisagem, principalmente no viaduto. A Prefeitura fez inúmeras inspeções sanitárias no local até que o comércio foi proibido no local.

PARA MAIS JUNDIAÍ DE ANTIGAMENTE CLIQUE AQUI

VEJA TAMBÉM

SERÁ QUE CONSEGUIREMOS PAGAR A ESCOLA? ASSISTA AO VÍDEO

ACESSE FACEBOOK DO JUNDIAÍ AGORA: NOTÍCIAS, DIVERSÃO E PROMOÇÕES

PRECISANDO DE BOLSA DE ESTUDOS? O JUNDIAÍ AGORA VAI AJUDAR VOCÊ. É SÓ CLICAR AQUI